21 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Banco Central anuncia novo método do Pix em 2024: Veja o que vai mudar

Leia Mais

O Pix continuou sendo um dos meios de pagamento mais utilizados pelos brasileiros em 2023. Para este novo ano, o Banco Central (BC) estuda o lançamento do Pix Automático. A novidade pode ser lançada no dia 28 de outubro, trabalhando em pagamentos recorrentes via Pix. Assim, as contas de luz ou mensalidades escolares podem ser retiradas mensalmente da conta caso seja necessária autenticação para cada operação.

O novo recurso ocorrerá de forma semelhante ao débito automático. No entanto, em vez de incluir o valor no cartão de crédito, o pagamento será feito diretamente através do método de transferência instantânea. Assim, o consumidor não vai depender do limite do seu cartão para poder editar o Pix Automático.

Segundo o BC, o novo método do Pix será capaz de alcançar mais pessoas. Atualmente, para cadastrar uma conta de débito automático, é necessário que a empresa tenha um convênio com cada instituição financeira. Com o Pix Automático, esse acordo não será supérfluo, desde que o respectivo banco ofereça o método.

Quais as diferenças entre o Pix Automático?

Diferentemente do Pix programado, o Pix automático só pode ser pago a pessoas jurídicas. Em outras palavras, o objetivo do novo recurso é realmente usá-lo para pagar contas e prestar serviços. De acordo com o calendário do Banco Central, o novo sistema de ferramentas será desenvolvido entre janeiro e agosto de 2024.

Assim, os testes ocorrerão de agosto a setembro, com previsão de lançamento em outubro. “Os participantes que não passarem nos testes de homogeneidade e não fornecerem o Pix Automático aos seus usuários no lançamento do serviço, que ocorrerá em 28 de outubro de 2024, serão multados todos os dias de atraso na oferta (limitada a 60 dias)”, informou o BC.

Quais serão as regras do novo método?

Por fim, entre as regras gerais para rodar o Pix Automático:

  • Regras para cancelamento de licença;
  • Regras de recusa e liquidação da transação;
  • limite diário de transações relacionadas a produtos;
  • Regras de devolução e responsabilidade em caso de erro;
  • Funções que serão disponibilizadas ao usuário pagante e ao usuário receptor;
  • Especifique o horário de trabalho para permissão prévia.

Últimas Notícias