27.7 C
São Paulo
domingo, abril 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Atenção brasileiros! Tem essa nota de R$ 5 em casa? Ela pode valer até R$ 3.500 hoje em dia

Leia Mais

Você faz parte do time que aderiu aos pagamentos digitais ou ainda prefere o bom e velho dinheiro em espécie? Se a resposta foi a segunda opção, sabia que uma nota de R$ 5 pode fazer com que você tenha muito mais dinheiro na carteira do que imagina. O universo dos colecionadores de moedas e notas está em busca de um modelo raro desta nota, que pode estar no bolso de alguns brasileiros sortudos.

Avaliada em até R$ 3,5 mil, a nota de R$ 5 se trata de um exemplar raro, com características incomuns das demais. Dessa forma, o universo numismático, como é conhecido os colecionadores de notas e moedas, avalia e remunera muito bem as moedas raras. Para isso, são levados em consideração diversos fatores, como suas dimensões históricas, artísticas e econômicas de criação e veiculação.

Além disso, o estado de conservação da peça em questão também é levada em consideração na hora de definir o valor da mesma. Quanto menos detalhes de uso, como rasgos e riscos, maior será o valor da nota.

Nota de R$ 5 pode valer R$ 3,5 mil

A nota da vez, amplamente buscada pelos colecionadores, é uma nota rara de R$ 5 que pode valer até R$ 3,5 mil reais. O perfil RFN Coleções mostrou no TikTok o modelo. Seu valor se justifica por sua baixa circulação e por outros detalhes inéditos de sua fabricação.
Veja o vídeo:

@newmartina♬ suono originale – NEWMARTINA2

No entanto, antes de se empolgar por ter uma nota de R$ 5 na carteira, o consumidor deve observar o número de série da nota. Ele deve estar entre A1412 a 16094, com as assinaturas do Ministro da Rubens Ricupero e do presidente do Banco Central da época, Pedro S. Malan.

Por fim, para conseguir chegar ao valor máximo de remuneração pela nota, estimado em R$ 3.500, é preciso que a cédula seja classificada como “flor de estampa”. Neste caso, o exemplar possui um bom estado de conservação e não tem sinais de uso, desgaste ou marcas que alterem suas características.

Últimas Notícias