19.1 C
São Paulo
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -spot_img

A nova mudança na lei do CPF pode impedir o saque de pagamentos em todos os bancos; Saiba mais

Leia Mais

A mudança na lei do CPF pode afetar significativamente a vida de milhares de brasileiros em todo o país. A partir de agora, cidadãos com alguma irregularidade no documento podem sofrer graves consequências, inclusive na situação bancária.

Neste ano, o governo federal apertou o cerco aos cidadãos que têm alguma irregularidade no documento. O procedimento é realizado com o objetivo de incentivar o cidadão a regularizar sua situação.

Isso porque, nos próximos anos, a Parceria Colaborativa em Florestas se tornará o principal documento de identidade do Brasil. A mudança já está em vigor com a nova versão do RG. Com ele, o CPF será usado apenas como documento de identidade.

Confira mais detalhes sobre a nova lei do CPF:

  • Uma recente ordem do Banco Central permitiu que instituições bancárias congelassem contas de clientes com um quadro fiscal irregular;
  • A medida pode afetar milhares de cidadãos que possuem alguns documentos pendentes.
  • A irregularidade pode ocorrer por vários motivos.
  • Entre eles, a inconsistência de dados ou a falta de participação em determinados sons, por exemplo;
  • Para regularizar sua situação, o cidadão deve ir à Receita Federal;
  • No Brasil, o órgão é responsável por gerenciar o cadastro de brasileiros.
  • O pedido de quitação pode ser feito online por meio do site da Receita Federal;
  • Para isso, o cidadão deve entrar na plataforma e pesquisar pela opção “Meu CPF”;
  • Em seguida, será preciso procurar a opção “consulta de CPF” e informar o número do documento;
  • Se houver alguma irregularidade, indique-a pela plataforma;
  • O site também vai indicar como o cidadão corrigiu o problema.
Bruno Ferreira
Bruno Ferreirahttp://redebrasilnews.com.br/
Além de sua atuação nas redações, Bruno Ferreira também explorou a era digital, envolvendo-se em projetos de mídia online, podcasts e outras formas inovadoras de contar histórias. Sempre em busca de novas formas de se conectar com o público, um defensor incansável da liberdade de imprensa e da importância do jornalismo independente na sociedade contemporânea.

Últimas Notícias