Veja detalhes de como conseguir aposentadoria mais rápida e vantajosa do INSS liberada: Confira como fazer.

 

Imagem: Reprodução/Google

A aposentadoria é uma das coisas mais desejadas por muitas pessoas, especialmente por quem trabalhou a vida inteira, pois esse é o momento onde o cidadão finalmente terá um tempo livre para curtir a família e para descansar. No entanto pode surgir um problema na hora de separar os documentos necessários. Você pode imaginar qual?


O que acontece, em muitos casos, é que a pessoa não encontra a papelada que o órgão requer ou até encontra, mas de forma parcial. Isso quer dizer que ela pode acabar deixando de lado alguns dos mais importantes, como é o caso da carteira de trabalho. A fim de facilitar o seu processo de pedido de aposentadoria, nós separamos aqui algumas dicas que poderão te ajudar muito quando esse momento chegar.


1° dica

A primeira sugestão que faremos para agilizar o seu processo de solicitação da aposentadoria é a de separar a carteira de trabalho. É o documento mais importante, afinal de contas, é nela que constam todos os dados dos contratos de trabalho que você teve.


Ao fazer isso, também é importante compará-la ao Cadastro Nacional de Informação Social (CNIS), que pode ser emitido através do site do INSS, pois nele também devem constar todas as suas contratações.


Vale destacar ainda que, no caso do servidor público, o cuidado deverá ser redobrado, uma vez que pode haver – no decorrer da carreira – registros de período de um órgão para o outro ou contratos onde o servidor seja vinculado ao INSS que não foram calculados.


2° dica

A segunda recomendação que separamos para que o seu processo de solicitação de aposentadoria seja ainda mais simples é a de verificar se existem períodos especiais realizados ao longo da sua carreira como profissional.


Essa orientação é importante, pois muitas pessoas acabam ignorando esses períodos especiais, então não apresentam o Perfil Profissiográfico Previdenciário, que é o laudo que comprova a insalubridade – tanto dos trabalhadores vinculados ao INSS quanto dos servidores – no momento do pedido de aposentadoria.


No caso dos profissionais autônomos, o Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho (LTCAT) pode ajudar a conceder uma aposentadoria especial ao trabalhador ou a converter um período especial em um comum, acelerando o benefício para aqueles que gostariam de se aposentar mais cedo. Essa dica vale tanto para os trabalhadores vinculados ao INSS quanto para os servidores.


3° dica

A terceira e última orientação é em relação aos períodos não registrados na carteira de trabalho. O que acontece é que muitos trabalhadores ignoram o recolhimento previdenciário ao longo da carreira, especialmente quando são jovens, pois estão com a ideia na cabeça de que não irão precisar do INSS no futuro.


No entanto são vários os que acabam precisando fazer uso do benefício pago pelo órgão federal, então aquele período não registrado acaba fazendo falta. Então a dica é a seguinte: comprove atividade! Tanto no caso do serviço autônomo quanto no caso de não ter sido registrado. É importante comprovar vínculo com o empregador, mas ainda assim você poderá receber o benefício.


Ao seguir a maioria dessas orientações, você certamente terá mais facilidade para abrir o processo de solicitação da aposentadoria com sucesso.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem