Novo crediário digital; A nova sensação da web para quem ele é voltado? Como funciona?


O número de pessoas com o nome no Serasa, ou seja, negativado é um problema real no Brasil. Cada vez mais um número de pessoas que estão tendo problemas para lidar com seus compromissos financeiros estão crescendo por causa de toda a instabilidade enfrentada pelo país. O que experimentamos nos últimos anos só agravou essa situação.


É até por causa disso que alguns estabelecimentos continuam quebrando a cabeça sobre como vender mais e confiar em clientes que não podem nem abrir um crediário porque são negativos.


Foi pensando nessa necessidade que veio o "Compre Agora, Pague Depois", um novo modo de compra e venda que está crescendo em nosso país e ganhando muitos adeptos. Este método tem recebido crescente notoriedade no ambiente digital, e agora você vai descobrir por que essa popularidade.


Todo mundo conhece o crediário. certo? Pois era uma das formas mais tradicionais de fazer compras, mas o famoso método norte-americano conhecido como BNPL, Buy Now, Pay Later, está ganhando território. Espera-se que isso acabe ajudando muitos lojistas.


E uma das grandes vantagens desse novo método é o fato de que ele não está diretamente ligado a um banco, além de cartões e alguns outros créditos.


Para ser mais claro sobre esse crediário, não há até então uma forma universal de ser realizado, então cada comércio está desenvolvendo suas próprias regras, mas basicamente o comprador paga uma parte do valor do produto em dinheiro e paga o resto da dívida depois.


Por causa dessa semelhança com o crediário tradicional, essa conexão é feita. No entanto, vale ressaltar que, ao contrário das empresas de crédito e cartão, esse pagamento não é feito por meio de instituições específicas. Na verdade, é o cliente e lojista que escolhem juntos a melhor data para pagar. O bilhete é gerado de forma personalizada. Mas, claro, você também pode optar por pagar por PIX.


Uma das grandes razões para esse tipo de compra funcionar muito bem para ambos os lados, é que o cliente não precisa mais lidar com nenhum tipo de interesse e não será impedido de comprar por uma agência financeira. Além disso, o comerciante consegue formas controladas e seguras de vender sem ter que passar por muita burocracia.


Alguns comércios até usam esse método para criar um vínculo de confiança com os clientes, pois quanto mais um cliente compra dessa forma e é pontual nos pagamentos, mais eles sabem que o relacionamento com esses clientes está funcionando, então eles sempre fornecerão métodos de pagamento flexíveis.


Mas é claro que ainda vai demorar um pouco para que isso se atualize no Brasil de vez, já que muitos comerciantes terão um pouco de medo de fazer negócios sem uma grande agência por trás deles para garantir-lhes algumas coisas. No entanto, acredita-se que com um pouco mais de tempo, o crediário virtual se tornará mais conhecido e utilizado.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem