Confira as mudanças as quais a CNH se submeteu a fim de facilitar a vida dos motoristas

Imagem: Reprodução/Google

O país adotou um novo modelo de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no início de junho. Os notários do Rio de Janeiro, por exemplo, são apenas alguns dos que começaram a emitir a nova CNH. Foi relatado que o Detran municipal também aderiu à transferência de propriedade dos veículos por meio de aplicativo.


A decisão evita toda a burocracia do reconhecimento firme.


Todas as mudanças ocorreram em meio a uma série de mudanças feitas no Código de Trânsito Brasileiro. A notícia já havia sido aprovada há mais de um ano, mas ainda está sendo implementada lentamente.

 

O novo modelo do documento começou a ser emitido no Rio de Janeiro na última quarta-feira.


A versão mais recente apresenta gráficos para ajudar a combater falsificações e fraudes, além de destacar um código internacional que é normalmente usado em passaportes. O documento também mostrará os tipos de veículos que os motoristas em questão podem dirigir.


No entanto, a substituição não deve ocorrer imediatamente. De acordo com as informações divulgadas, a troca ocorrerá pois o usuário precisa renovar a licença ou terá que solicitar a segunda via do documento.


Vale ressaltar ainda que as autoridades notariais do Rio de Janeiro passaram a emitir a CNH em convênio firmado entre o Detran do RJ com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado, a fim de tentar uma expansão no atendimento, pois isso também reduzirá a demanda que vinha sendo reprimida desde a pandemia.


Segundo os funcionários, cerca de 155 pedidos de CNH foram feitos no cartório nas duas primeiras semanas em que o serviço começou a ser oferecido. Os que tiveram maior demanda foram os notariodes de Petrópolis (24), Catete (25) e Nova Iguaçu (23).

 

Com relação à possibilidade de transferência de propriedade de veículos eletrônicos, realizada diretamente pela Carteira de Trabalho Digital, começou a ser aplicada na última sexta-feira. A plataforma foi uma das mudanças positivas que mais mudaram o dia a dia dos motoristas.


O aplicativo em questão retém a CNH e o certificado de registro, bem como o licenciamento do veículo que está no nome do motorista, além disso, também permite que o documento seja compartilhado com outras pessoas que utilizam o veículo, caso sejam presas por um agente.


Você tem que estar ciente, no entanto. Segundo o advogado Rochane Ponzi, é necessário aderir ao Sistema de Notificação Eletrônica da Secretaria Nacional de Trânsito para acessar a plataforma da Carteira Nacional de Habilitação, mas com isso resolvido, o indivíduo pode acabar desistindo de receber em casa a notificação de infrações cometidas.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem