Pagamento por aproximação e Pix vão extinguir a carteira física? Confira.

Imagem: Reprodução/Google



O pagamento por aproximação com cartão caiu na preferência popular. Uma pesquisa da Mobile Time/Opinion Box mostrou que, até setembro de 2021, 36% dos consumidores no Brasil utilizaram o modelo de pagamento. Vale ressaltar que dois anos antes, o percentual era de apenas 17%. 


Além disso, mais do que o pagamento por abordagem, o uso da Pix vem crescendo em estabelecimentos comerciais. Basta apontar o telefone para o QR Code da máquina e esperar pelo voucher. Isso tudo faz com que muitas pessoas comecem a pensar que a carteira comum tende a deixar de existir.


O pagamento por aproximação pode ser o início do fim da carteira?


Vale ressaltar que diversos dispositivos tecnológicos, como relógios inteligentes, já podem substituir o celular para pagamento. Ou seja, você pode usar o pix ou o cartão virtual com apenas um relógio.


Em breve, o governo federal lançará o novo RG em formato digital, excluindo a necessidade de andar com qualquer documento físico no bolso.


Se você não precisa mais de dinheiro físico, cartão físico e documento impresso, para que seria a carteira?

 

Carteira comum só pode mudar função


A verdade é que muitas pessoas continuam a usar o item como acessório de moda. Além disso, mesmo com o pagamento por aproximação via celular e outros dispositivos, há também aqueles consumidores que não são adeptos da tecnologia. Surpreendentemente, ainda há pessoas que não trocam suas contas de dinheiro por nada.


No entanto, em pouco tempo, a carteira comum pode ser aposentada por quem quiser. Na verdade, já pode ser feito. A CNH Digital, por exemplo, permite que você caminhe com o documento de identificação no celular, ao lado do Pix e cartões eletrônicos. Em outras palavras, basta ter um celular ou outro dispositivo com uma antena NFC para deixar sua carteira permanentemente em casa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem