Aprenda como fazer a solicitação no INSS do Auxílio Maternidade.

Imagem: Reprodução/Google



Segundo informações do Ministério da Saúde, isso mostra que o nascimento de bebês é maior de março a maio no Brasil. Mulheres que tiveram um bebê recentemente, ou que estão esperando o parto, estão tendo dúvidas sobre o benefício garantido por lei: salário maternidade.


Para as mulheres empregadas, a própria empresa deve se encarregar de solicitar esse pedido, e também possui um canal direto com a Previdência Social, para fazer essa solicitação.


O valor do benefício deve ser seu salário mensal, como se ela estivesse trabalhando normalmente. Em alguns casos, algumas empresas estendem esse benefício por mais dois meses ainda.


Para quem não está empregado e paga o INSS por conta, você pode fazer a solicitação pelo telefone 135, estar com todos os documentos necessários em mãos, responder algumas dúvidas e seu benefício é concedido rapidamente. A solicitação também pode ser feita pela internet acessando o "Meu INSS".


Situações que permitem o acesso ao Auxílio Maternidade e quanto tempo o benefício?


Veja abaixo quais são as situações que lhe dão direito a receber auxílio maternidade e que período dura.


  • Aborto não criminoso ou em casos previstos em lei: 14 dias;
  • Adoção: 120 dias;
  • Fetos natimortos: 120 dias;
  • Guarda judiciária para fins de adoção: 120 dias;
  • Nascimento do filho: 120 dias.

Como solicitar o benefício de maternidade?


Você pode solicitar o benefício de maternidade, online através do site, ou através do aplicativo "Meu INSS", ou pelo Call Center do Instituto 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).


Passo a passo para fazer a solicitação online:


  • Acesse o site do Meu INSS;
  • Clique em "Salário maternidade";
  • Clique em "Solicitar";
  • Clique em "Agendamento";
  • Digite seu número de segurança social e crie sua conta;
  • Preencha o formulário solicitado e inveja.

O que acontece com pessoas que não pagam o INSS


Além do período de carência, que é o número de contribuições que precisam ter direito ao benefício, mãe ou pessoa que adota uma criança, tem que fazer a comprovação que é assegurada pela Previdência Social
.


Aqueles que não contribuem mais para o INSS preservam o direito de ter o benefício, por um período que pode se estender de 3 a 36 meses, e o INSS nem sempre está de olho nele.


Benefício por incapacidade


O auxílio-doença é outro benefício que pode ser solicitado em meio à pandemia, podendo ser solicitado pelo site "Meu INSS". Há três benefícios por incapacidade, eles são:


  • Aposentadoria por invalidez;
  • Auxílio ao acidente;
  • Auxílio-doença.

Geralmente o INSS, primeiro aprova o auxílio-doença e vai monitorar a evolução da doença e da incapacidade por meio de perícia médica. A partir disso, ele decide que benefício ele vai dar. Esta pode ser a porta de entrada para a aposentadoria por invalidez.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem