Vejas algumas dicas de como não cair em golpes na internet quando for emitir ou renovar sua CNH.

Imagem: Reprodução/Google

É fácil cair em golpes na internet, principalmente para pagar um valor abaixo da média, ou ter maior facilidade, pelo serviço que você está procurando. Por causa disso, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) alerta que quem está levando ou renovando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) não caia nesses golpes pela internet.


Primeira CNH


Para quem quer obter a primeira qualificação, os golpistas costumam oferecer os candidatos à CNH sem a necessidade da pessoa realizar todas as etapas do processo que são exigidas por lei: aulas (teóricas e práticas) e exames (teóricos e práticos). Em troca dessa "facilidade", o interessado faz o pagamento de um determinado valor para a emissão do documento, mas nunca terá em mãos.


O Detran.SP esclarece que, para a emissão da primeira CNH, o aluno deve realizar todas essas etapas do processo de qualificação, além do pagamento das taxas. Os valores fixos cobrados pelo Detran.SP estão disponíveis no portal do Departamento.


"A população deve estar atenta aos golpes. Para ser qualificado, o aluno deve passar por todas as etapas do processo de qualificação. Através dos canais oficiais do Detran.SP, o motorista também pode resolver grande parte das pendências", afirma o diretor-presidente do Detran.SP, Neto Mascellani.


Renovação da CNH

Para quem precisa renovar o documento, o Detran.SP orienta que o cidadão faça o serviço online através do portal www.detran.sp.gov.br, poupatempo.sp.gov.br ou dos aplicativos Detran.SP e Poupatempo digital.


A taxa atual do documento no Estado de São Paulo é de R$ 107,00. Deve ser pago nos bancos contratados pela agência ou nas lotéricas (Caixa, Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Sicoob, Daycoval). Exames médicos e psicológicos são sempre realizados em clínicas credenciadas pelo Detran.SP.


Redes Sociais

Nas redes sociais, os perfis oficiais do Detran.SP possuem o selo de verificação, que comprova a originalidade do usuário, portanto, as informações publicadas nessas páginas são oficiais. Para esclarecer dúvidas dos cidadãos ou enviar uma solicitação via Facebook, Twitter ou Youtube, o perfil oficial é apenas o @detransp. No Instagram, a conta real é @detranspoficial.


É importante lembrar que nenhum atendente do Detran.SP procura qualquer usuário através das redes sociais de forma voluntária. Informações sobre dados bancários e número de telefone também não são solicitadas pelos atendentes.


Caso o cidadão desconfie de um perfil, é possível registrar tais ocorrências no Disque Denúncia 181. O serviço é da Secretaria de Estado de Segurança Pública e o sigilo é absoluto.


A reclamação também pode ser feita na internet, no site: www.webdenuncia.org.br.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem