Quanto alguém recebe por Auxílio-Reclusão? Saiba mais

Imagem: Reprodução/Google


O tema Auxílio à Reclusão é sempre sinônimo de muita controvérsia, que também cresce com os efeitos da desinformação sobre o tema. Mas, basicamente, na verdade, há a possibilidade de as pessoas na prisão receberem uma quantia para manter o apoio familiar.


Mesmo em um estado de reclusão, uma série de despesas precisam ser pagas e familiares dependentes. No entanto existem critérios para receber o benefício, confira aqui todas as regras para inscrição no programa.


Regras para auxílio à reclusão


Ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem todos os presos são elegíveis para receber o Auxílio inclusão, pois é necessário cumprir o regulamento. E isso inclui a contribuição para a Previdência Social, para que o valor recebido seja através do pagamento do próprio INSS. Além disso, outros critérios fazem parte da seleção, confira:


  • Ser preso em regime fechado. Para que aqueles que estão semiabertos e abertos sejam deixados de fora do benefício;
  • Ser empregado e com contribuição para o INSS no momento da prisão;
  • O salário médio deve ficar abaixo de R$ 1.425,56 no cargo em que trabalhou até o momento em que foi preso;
  • Contribuição mínima de dois anos no INSS até o momento da prisão.

Quanto alguém recebe pelo Auxílio à Reclusão


O preço atual desse auxílio é de R$ 1.212, ou seja, cada preso que obedecer às regras pode receber até um salário mínimo para continuar com o pagamento das despesas que seguem após a prisão.


Para fazer a solicitação do benefício, algum familiar com acesso ao celular deve baixar o aplicativo Meu INSS, onde é possível entrar no aplicativo, ou então, algum parente ou representante legal, precisa ligar para o número 135, que é o canal oficial da Previdência Social.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem