Confira as regras do Ministério da Cidadania definem o que o beneficiário deve fazer para continuar recebendo o benefício dp Auxilio Brasil.

Imagem: Reprodução/Google


O Ministério da Cidadania é a pasta do governo federal responsável pelo programa Ajuda brasil. Define uma série de regras relacionadas à iniciativa, incluindo os critérios para continuar recebendo o benefício após a aprovação.


Como sabemos, a família deve ter cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) a ser selecionado.
Além disso, a renda mensal máxima permitida é de até R$ 210 por pessoa, desde que haja pelo menos uma gestante, mãe de enfermagem ou jovem de até 21 anos na unidade familiar.


Existem algumas regras menos conhecidas pelos brasileiros, como os requisitos para manutenção dos pagamentos. Aqui estão alguns deles.

 

Condicionalidades

A frequência escolar, a vacinação e a nutrição infantil das crianças são condições para acompanhar o programa. Os responsáveis devem observar um calendário nacional de vacinação estabelecido pelo Ministério da Saúde, além de realizar o acompanhamento nutricional de crianças de até sete anos incompletas.


No caso das gestantes que recebem o Auxílio Brasil, é necessário realizar o pré-natal corretamente. nNo outro ano, os jovens em idade escolar devem ter uma frequência escolar mensal de:


  • 60% para crianças de 4 e 5 anos; e
  • 75% para crianças de 6 a 21 anos.

Manutenção do Ajuda brasil

A boa notícia para as famílias beneficiadas pelo programa é que o aumento da renda não é motivo para o fim das transferências. De acordo com a pasta da Cidadania, as famílias que têm aumento da renda mensal podem permanecer no programa por até 24 meses.


No entanto, o valor deve ser de até R$ 525 por pessoa. Além disso, aqueles que se enquadram na chamada regra de transição têm a chance de retornar à Folha de Pagamento do Auxílio Brasil mais tarde, se necessário.


Assistência de Serviço Brasil

Confira os canais de atendimento para mais informações, perguntas ou sugestões sobre o programa:


  • Atendimento do Ministério da Cidadania, pelo telefone 121;
  • Atendimento ao Cidadão da Caixa, pelo telefone 111;
  • Aplicativo de ajuda do Brasil.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem