Aprenda a consultar o dinheiro esquecido do PIS com o CPF

Imagem: Reprodução/Google

Os trabalhadores com dinheiro esquecido no PIS podem consultar se têm direito ao benefício utilizando apenas o CPF. Ao todo, cerca de 10,5 milhões de pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1970 e 1988 têm direito às chamadas Cotas PIS/Pasep.


No total, os recursos são oriundos de depósitos feitos por empregadores no Programa de Integração Social (PIS) e no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) antes da Constituição de 1988 entrar em vigor.


Nesse caso, aqueles que não pagaram os recursos das contas na época podem ter valores a receber dessas cobranças trabalhistas. Se o titular morreu, os herdeiros podem fazer o resgate.


Como consultar e sacar cotas do PIS/Pasep?


Em 2019, o governo federal fechou o Fundo PIS/Pasep e enviou os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).


Assim, para saber se você terá direito ao dinheiro "esquecido" do PIS/Pasep, basta o cidadão acessar o site ou aplicativo meu FGTS e entrar no CPF. Quem tem conta na Caixa Econômica Federal pode realizar a verificação pelo Internet Banking.


O cidadão que tiver recursos disponíveis pode usar o aplicativo do FGTS para transferir o dinheiro para uma conta corrente. Nesse caso, o valor total permitido é de até R$ 3.000. Valores acima desse valor só podem ser sacados nos guicões da Caixa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem