Abono salarial PIS/PASEP: Veja como entrar com recurso e receber o abono.

Imagem: Reprodução/Google

O Ministério do Trabalho liberou o prazo para que os trabalhadores que acreditam ter direito ao PIS/Pasep, mas não tenham recebido, entrem com recursos administrativos.


Novo cronograma com dados para liberação de valores esquecidos


A solicitação dos valores pode ser realizada por meio das Superintendências Regionais de Trabalho e Previdência Social.


Atenção: o pagamento deste ano refere-se ao ano-base 2020, portanto, os recursos apresentados devem ser do respectivo ano!


Como inserir o recurso?

Para inserir recursos é necessário enviar e-mail para trabalho.uf@economia.gov.br, lembrando de mudar a UF para a sigla do seu estado. Vejamos alguns exemplos, quem é do Rio de Janeiro, deve trabalho.rj@economia.gov.br, já que quem é de São Paulo para trabalho.sp@economia.gov.br.


Lembrando que a sigla está correspondendo ao seu estado. Outra orientação antes do pedido é verificar se os valores não foram liberados para você.


"Há situações em que o abono é depositado, mas os beneficiários não identificam o recebimento em suas contas. Existem dois agentes financeiros credenciados para efetuar o pagamento do Abono: Caixa e Banco do Brasil", informou a agência.

 

Como saber se os valores do abono salarial foram liberados?


Duas formas de fazer uma consulta, uma para trabalhadores em empresas privadas e outra para quem trabalha no serviço público.


Iniciativa privada


No site da Caixa.  Com o número do NIS (PIS/Pasep), basta acessar a opção "Consultar Pagamento"


  • Telefone caixa 0800-726-02-07
  • Servidores públicos 
  • No site do Banco do Brasil
  • No Call Center do BB:
  •  4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas);
  • 0800 729 0001 (outras cidades)
  • 0800 729 0088 (deficiente auditivo)

Quais são os critérios para o abono salarial?


Os critérios para o cumprimento do abono salarial do PIS/Pasep estão relacionados ao salário recebido, uma vez que o benefício é uma espécie de 14º salário pago apenas aos trabalhadores de baixa renda. Dito isso, é importante dizer que para poder receber o benefício é preciso receber até dois salários mínimos, em média, por mês.


Outros requisitos para o benefício são, no ano-base (neste caso 2020):


  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos
  • E trabalharam pelo menos 30 dias no ano anterior
  • Uma terceira e importante exigência é a empresa em que trabalha ter informado os dados corretos ao governo

Quem não tem o direito?


  • empregado doméstico (a);
  • trabalhadores rurais e urbanos empregados por indivíduos;
  • empregado por um indivíduo tratado como legal.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem