Você exagerou na bebida? Coma esses alimentos para se livrar da ressaca

Imagem: Reprodução/Google

Seja nos finais de semana, feriados ou festas, é comum que alguns limites sejam extrapolados, ainda mais sob a influência do álcool. Só que no outro dia as consequências serão sentidas pela ressaca. O difícil é manter a rotina diária com boa produtividade tendo que lidar com todo o desconforto que o exagero do álcool causou.


Felizmente, existem alguns alimentos que podem ajudar na recomposição do organismo. Eles são ideais para curar essa "ressaca furiosa" no dia seguinte. Dessa forma, podemos retomar o trabalho, as atividades do cotidiano sem sofrimento. Afinal, após o exagero é necessário tirar o pé do acelerador e fazer refeições mais leves.


Principais sintomas de ressaca

Alguns fatores são as causas da ressaca dhânima. Entre eles, podemos destacar a desidratação causada pela constante ida ao banheiro. Além disso, o álcool gera acetaldeído após ser metabolizado. Essa substância é tóxica e causa sintomas como náusea, boca seca, tontura e fadiga extrema.


Além de todos os fatores negativos mencionados acima, o exagero do álcool faz com que a pessoa coma mais e coma pior. Portanto, é comum abusar de alimentos gordurosos e açúcar como consequência da falta de limites.


E agora, como reverter a ressaca?

A primeira coisa que deve ser feita é consumir muita água em pequenas quantidades, durante todo o dia. O corpo precisa de hidratação e precisa de água para eliminar resíduos tóxicos do corpo.


Fora isso, deixe os alimentos gordurosos e difíceis de digerir de lado. Todo o seu corpo não precisa agora é de mais trabalho. Lembre-se: o objetivo é ter um dia leve para poder voltar ao seu lado rapidamente.


Alimentos que ajudam a curar a ressaca

Invista nos seguintes alimentos para poder dar aos seus órgãos mais condições de se recuperar o mais rápido possível:


1 - Melão e melancia;


2 - Sucos cítricos;


2 - Ovo cozido ou frito sem óleo;


3 - Saladas com folhas escuras;


4 - Gengibre;


5 - Farinha de aveia e carboidratos leves.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem