Caixa Econômica Federal reduz taxa de juros do crédito imobiliário e libera linha de crédito, veja quem pode solicitar

 

Imagem: Reprodução/Google

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira, 23, a redução da taxa de juros do crédito imobiliário que opera na modalidade indexada à poupança. Agora, os novos valores vão de 2,80% ao ano mais Taxa Referencial (TR). Quando somados à rentabilidade da poupança, equivalem a uma queda de 0,15 ponto percentual.


A novidade, que entra em vigor no dia 28 de março, foi apresentada pelo Estado pouco antes do evento Summit Abrainc 2022, organizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). Na reunião, estiveram presentes o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e empresários imobiliários.


Linha de crédito para reforma imobiliária

Além da redução dos juros imobiliários, o banco também anunciou a linha de crédito voltada para a reforma e adaptação de imóveis para pessoas com deficiência (PCD).


O novo serviço, também disponível a partir de 28 de março, terá como fonte de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a reforma ou adaptação de imóveis próprios, sob os moldes do programa Casa Verde e Amarela (CVA).


O limite de financiamento será de até R$ 50 mil, com valor máximo de até 80% do orçamento do projeto. Nesse tipo de crédito, a taxa de juros é de 4,25% ao ano + TR. No prazo para pagar, ele vai até 240 meses. Podem solicitar pessoas com renda mensal bruta de até R$ 3.000.


Novidade Casa Verde e Amarela

Por fim, outra novidade anunciada pelo banco inclui as novas condições do programa Casa Verde e Amarela (CVA). As famílias com renda entre R$ 2.000,01 e R$ 2,4 mil receberão redução nas taxas de juros de 0,5 ponto percentual, além do aumento dos subsídios para a construção e aquisição de moradias.


A notícia entra em vigor em 12 de abril. Recentemente, a Caixa bateu recorde de recursos do financiamento habitacional em 2021. O montante chegou a R$ 140 bilhões. O que parece se repetir em 2022. Isso porque, somente entre janeiro e fevereiro, já foram contratados R$ 21,5 bilhões em crédito imobiliário.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem