Auxílio Brasil: definição do benefício extraordinário já está disponível

Imagem: Reprodução/Google

O Governo Federal inicia nesta segunda-feira (14) os pagamentos da segunda onda do ano de sua Ajuda Brasil. De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 18 milhões de pessoas devem receber dinheiro do programa nos próximos dias. Ninguém deve receber menos de R$ 400.


Na semana passada, o Ministério da Cidadania anunciou uma data para divulgar os valores do benefício extraordinário em fevereiro deste ano. Eles disseram que fariam isso apenas na segunda-feira (14). Então, a partir de agora já é possível saber se você vai ganhar e quanto você vai ganhar neste complemento do programa.


Segundo o Governo Federal, a ideia aqui é pagar esse suplemento apenas para as pessoas que ganham naturalmente menos de R$ 400 este mês no Brasil Aid. Então esses usuários ganharão o valor correspondente da diferença. Quem ganha R$ 200 do programa, por exemplo, ganha os outros R$ 200 extraordinários.


No caso de pessoas que ganham mais de R$ 400 naturalmente no Auxílio Brasil não há muito o que discutir. Esses cidadãos não ganharão o Benefício Extraordinário. Isso porque entende-se que esses cidadãos já ganham esse nível mínimo de recebimentos do programa. O governo considera que não precisariam do complemento.


Essa parcela de usuários, no entanto, representa apenas uma minoria. No final do ano passado, por exemplo, dados do Ministério da Cidadania indicaram que dos 14,5 milhões de usuários do programa, cerca de 13 milhões receberam naturalmente menos de R$ 400. Então, todos eles já tinham direito ao Benefício Extraordinário.


MP do Governo

Para quem não se lembra, a Ajuda Brasil não pagou pelo menos R$ 400 para todos em sua primeira transferência. Essa era uma regra que só começava a valer ainda em dezembro de 2021, quando o presidente Jair Bolsonaro assinou uma MP sobre o assunto.


De acordo com este documento, todos têm que receber pelo menos R$ 400 no Brazil Aid. E é exatamente aí que entra o Benefício Extraordinário. Este é o complemento que vai para as pessoas que não naturalmente assumem esse nível.


Até onde sabemos, esta MP já foi oficialmente prorrogada até o final deste ano. Isso significa, portanto, que, pelo menos até dezembro, os pagamentos de R$ 400 do Auxílio Brasil estão devidamente confirmados.


Auxilio Brasil

O Governo Federal iniciou as transferências de sua Ajuda Brasil no final do último mês de novembro do ano passado. Mas naquele primeiro momento apenas os usuários que estavam no antigo Bolsa Família estavam recebendo o dinheiro.


A partir de janeiro deste ano, isso mudou. De acordo com o Governo Federal, a Ajuda Brasil começou a tomar sua forma mais turbinada em 2022. Hoje, estima-se que o programa tenha 18 milhões de usuários.


Destes, cerca de 3,5 milhões entraram no projeto somente este ano. Segundo o Governo Federal, o número total de atendidos é um recorde na história do programa. A tendência é que o benefício continue com essa forma pelo menos até o final deste ano.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem