CNH: Conselho Nacional de Trânsito (Contran) muda o calendário do prazo para renovação do documento em 2022.

Imagem: Reprodução/Google

Um novo calendário do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) foi definido com os prazos para a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isso porque durante a pandemia covid19 e sem a vacina coronavírus o período de renovação do documento mudou e foi prorrogado.


No entanto, agora um novo calendário se torna válido. E os motoristas que têm carteiras vencidas precisam estar atentos aos novos prazos para não circularem por aí com o documento vencido.

 

Novo calendário da CNH

Os novos prazos devem ser seguidos pelos motoristas para evitar aglomerações nas unidades de renovação das CNHs. Portanto, aqueles com o documento vencido desde maio e junho de 2020 precisam se renovar até 31 de janeiro de 2022.


Veja abaixo como estão os outros prazos de renovação de acordo com a data de validade:


  • Julho e agosto de 2020: renovação até 28 de fevereiro de 2022
  • Setembro e outubro de 2020: renovação até 31 de março de 2022
  • Novembro e dezembro de 2020: renovação até 30 de abril de 2022
  • Janeiro e fevereiro de 202: renovação até 31 de maio de 2022
  • Março e abril de 2021: renovação até 30 de junho de 2022
  • Maio e junho de 2021: renovação até 31 de julho de 2022
  • Julho e agosto de 2021: renovação até 31 de agosto de 2022
  • Setembro e outubro de 2021: renovação até 30 de setembro de 2022
  • Novembro e dezembro de 2021: renovação até 31 de outubro de 2022
  • Janeiro e fevereiro de 2022: renovação até 30 de novembro de 2022


O cronograma de renovação segue até 31 de agosto de 2023, como prazo para quem ficar com a CNH com vencimento a partir de dezembro deste ano.


Além disso, vale lembrar que as novas licenças que são renovadas têm validade de 10 anos no caso de motoristas com até 50 anos de idade.


Para aqueles entre 50 e 70 anos, o período de renovação cai para 5 anos. E para quem tem 70 anos ou mais, a renovação da CNH precisa ser feita a cada 3 anos.


Outra mudança é que os motoristas já podem ter até 40 pontos de habilitação no período de 1 ano, desde que o motorista não tenha nenhuma infração grave. O limite é de 30 pontos se você tiver apenas uma infração muito grave. E 20 pontos de limiar se você tiver dois ou mais.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem