Chá de alecrim: Conheça os 10 incríveis benefícios e como fazer.

Imagem: Reprodução/Google

O chá de alecrim é conhecido por seu sabor, aroma e benefícios para a saúde, como melhor digestão, alívio da dor de cabeça e combate ao cansaço frequente, além de promover o crescimento capilar.


Esta planta, cujo nome científico é Rosmarinus officinalis, é rica em compostos flavonoides, terpenos e ácidos fenólicos que lhe dão propriedades antioxidantes. Mas o alecrim também é antisséptico, depurado, antispasmódico, antibiótico e diurético, o que faz com que possa ser usado no tratamento de vários problemas de saúde.


Nosso nutricionista explica um pouco mais sobre os diversos benefícios do chá de alecrim e prepare-se corretamente:




1. Melhora a digestão

O chá de alecrim pode ser tomado logo após o almoço ou jantar, sendo útil para melhorar o processo digestivo, ajudando a combater a acidez e o excesso de gases. Assim, diminui a distensão abdominal e a falta de apetite.


2. É um grande antibiótico natural 

Devido às suas propriedades medicinais, o alecrim tem ação antibiótica, sendo mais eficaz contra as bactérias Escherichia coli, Salmonella typhi, Salmonella enterica e Shigella sonnei, que geralmente estão relacionadas a infecção urinária, vômito e diarreia.


No entanto, é importante não excluir o uso de medicamentos indicados pelo médico, embora seja uma ótima maneira de se recuperar mais rápido.


3. É um excelente diurético

O chá de alecrim é um excelente diurético natural e pode ser usado em dietas para diminuir o peso e combater a retenção de fluidos no corpo. Este chá aumenta a produção de urina estimulando o corpo a eliminar fluidos e toxinas acumulados, melhorando a saúde.


4. Combate a fadiga mental

Vários estudos comprovaram os benefícios do alecrim para a função cerebral e, portanto, é uma excelente opção para períodos de estresse, como antes ou antes ou depois das reuniões de trabalho, por exemplo.


Além disso, as propriedades do alecrim também podem ter um efeito no que diz respeito ao combate ao Alzheimer, evitando a perda de memória, porém novos estudos são necessários para o uso de alecrim na produção de drogas de Alzheimer.


5. Protege a saúde hepática

O alecrim pode atuar melhorando o funcionamento do fígado e diminuindo a dor de cabeça que surge depois de beber bebidas alcoólicas ou ter comido em excesso, especialmente alimentos com alto teor de gordura.


No entanto, o chá de alecrim não deve ser consumido em caso de doenças hepáticas sem ser indicado pelo médico, isso porque apesar de ter um efeito protetor do fígado ainda não se sabe o quão eficaz esse chá contra essas doenças.


6. Ajuda no controle do diabetes

O chá de alecrim também ajuda a manter o diabetes sob controle, pois reduz a glicose e aumenta a insulina. O consumo deste chá não substitui o uso de medicamentos indicados pelo médico e o desempenho de uma dieta adequada, e deve ser ingerido como complemento ao tratamento médico e nutricional.


7. Combate a inflamação 

O consumo de chá de alecrim também é excelente para combater inflamações e aliviar dor, inchaço e mal-estar. Portanto, pode ajudar a combater inflamações no joelho, tendinite e até gastrite, que é inflamação no estômago.


8. Melhora a circulação

O alecrim tem um efeito antiplaquetária, e por isso é de grande utilidade para quem tem problemas circulatórios ou que precisam manter o descanso por alguns dias, pois melhora a circulação e impede a formação de trombos, o que pode obstruir a circulação. Portanto, uma das recomendações é consumir chá após uma cirurgia, por exemplo.


9. Ajuda a combater o câncer 

Alguns estudos em animais indicam que o alecrim é capaz de diminuir o desenvolvimento de células tumorais devido à sua ação antioxidante, no entanto, novos estudos são necessários para identificar exatamente como essa planta pode ser usada na produção de medicamentos contra o câncer.


10. Pode ajudar no crescimento do cabelo

Além de tudo isso, o chá de alecrim sem açúcar pode ser usado para lavar os cabelos porque fortalece os fios, combatendo a oleosidade excessiva lutando contra a caspa. Além disso, facilita o crescimento do cabelo porque melhora a circulação do couro cabeludo.


Como fazer chá de alecrim:


Ingredientes


  • 5 g de folhas frescas de alecrim;
  • 250 ml de água fervente.

Preparação

Adicione o alecrim à água fervente e deixe ficar de pé por 5 a 10 minutos, devidamente coberto. Cante, deixe amar e levar, sem adoçar, 3 a 4 vezes por dia.


Além de ser usado na forma de chá, o alecrim pode ser usado como erva aromática para temperar alimentos e está disponível em forma seca, óleo ou fresca. O óleo essencial é especialmente usado para adicionar água de banho ou para massagear em lugares doloridos.


Quanto tempo para tomar o chá?

Não há tempo definido para o consumo de chá, porém os herbaltherapeutas recomendam o consumo por cerca de 3 meses, e devem parar por 1 mês.


É melhor usar folhas secas ou frescas?

De preferência é melhor usar folhas frescas, já que o potencial terapêutico pode ser encontrado principalmente no óleo essencial de alecrim, cuja concentração é maior em folhas frescas do que em folhas secas.


É possível preparar chá de alecrim com canela?

Sim, não há contraindicação para usar canela junto com alecrim para preparar o chá. Para fazer basta adicionar 1 pau de canela na receita original de chá.


Possíveis efeitos colaterais

O chá de alecrim é considerado bastante seguro, no entanto, quando consumido em excesso pode causar náuseas e vômitos.


No caso do óleo essencial, ele não deve ser aplicado diretamente à pele, pois pode causar irritação, e também não ser usado em feridas abertas. Além disso, também pode desencadear ataques epilépticos em pessoas com epilepsia.


No caso de pessoas com pressão alta e tomar medicamentos, o chá de alecrim pode causar hipotensão, enquanto no caso de pessoas que tomam diuréticos, pode haver desequilíbrio nos eletrólitos.


Contraindicações e cuidados

O chá de alecrim não deve ser consumido durante a gravidez, amamentação e por crianças menores de 5 anos. As pessoas que têm doença hepática também não devem consumir esse chá, pois promove o escoamento da bile, o que pode piorar sintomas e doenças.


Além disso, ele poderia interagir com alguns medicamentos como anticoagulantes, diuréticos, lítio e medicamentos para regular a pressão arterial, e, portanto, se a pessoa está fazendo uso de qualquer um desses medicamentos é importante consultar o seu médico antes de tomar chá de alecrim.


Segundo alguns estudos, o óleo de alecrim, que também está presente no chá, pode estimular o desenvolvimento de convulsões em pessoas com epilepsia e, portanto, deve ser usado com cautela e sob a orientação de um médico ou herbalista.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem