Diário Oficial do Distrito Federal (Detran) suspendeu CNH de 300 motoristas; Veja a lista de quem ficou sem habilitação.

Imagem: Reprodução/Google

A lista dos nomes dos quase 300 motoristas foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal. Quem teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa pode recorrer da decisão judicial.


O prazo para recurso é de até 30 dias. O pedido precisa ser feito no Conselho Administrativo de Recursos De Infração (Jari).


Carteiras suspensas

Aqueles que tiveram carteira de motorista suspensa estão impedidos de dirigir por 12 meses. Ou seja, ao longo de um ano, se o motorista for pego dirigindo sem a CNH, ele pode perder a carteira permanentemente.


Portanto, após o período de 12 meses é possível fazer um curso de atualização. Depois de passar por todas as aulas e ser aprovado no curso de reciclagem, então sim o motorista novamente tem o direito de dirigir.


As 288 CNHs suspensas são de motoristas do Distrito Federal. O motivo das suspensões, segundo o Detran, foi a violação das leis de trânsito.

 

Ainda de acordo com o Detran, a cada duas horas uma carteira de habilitação é suspensa no Distrito Federal tendo como único fator a infração de trânsito.


Além do Distrito Federal, alguns estados brasileiros também suspenderam a carteira de motorista. As infrações de trânsito são as mais diversas. Por exemplo, para dirigir depois de consumir bebidas alcoólicas. Também nos casos em que o motorista se envolve em acidentes e não presta assistência às vítimas. Outras situações também envolvem dirigir em velocidade 50% acima do limite da estrada.


Todas essas infrações fazem parte da lista de motivos que levam à suspensão da carteira de motorista. Além de perder o direito de dirigir, os motoristas também pagam multas de acordo com a gravidade das infrações de trânsito cometidas em todo o país.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem