Lucro do FGTS: Veja Quando é possível fazer o saque do valor

Imagem: Reprodução/Google

A Caixa Econômica Federal repassou o lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para cerca de 88,6 milhões de trabalhadores. O valor aproximado do rateio foi de R$ 8,13 bilhões, o equivalente a 96% do rendimento obtido pelo FGTS em 2020. A distribuição nas contas vinculadas foi encerrada no mês de agosto deste ano.


Com isso, muitos beneficiários ficaram na dúvida sobre como sacar o lucro do FGTS. A resposta para essa pergunta vai depender algumas variáveis, neste caso, as regras e situações em que é permitido mexer no FGTS. E isso pode exigir o cumprimento de algumas exigências. Veja quais são elas a seguir!



Casos em que é possível sacar o lucro do FGTS


Observe abaixo a lista de algumas situações estabelecidas por lei que autorizam o saque do FGTS:


  • Pessoa sem emprego por três anos seguidos ou mais;
  • Calamidade pública decorrente de eventos naturais;
  • Compra, liquidação ou amortização de casa própria;
  • Falecimento (dinheiro vai para os herdeiros do trabalhador);
  • Aposentadoria;
  • Pessoa que tenha 70 anos ou mais;
  • Demissão sem justa causa;
  • Fechamento da empresa, na qual, a pessoa trabalha;
  • Término de contrato temporário.

Outra opção é por meio do saque-aniversário do FGTSA modalidade libera saques anuais do fundo e no mês de nascimento do trabalhador. Os valores variam conforme uma tabela de porcentagem aplicada sobre o saldo do fundo, não sendo possível resgatar todo o valor acumulado.


Para consultar o saldo do FGTS após o depósito do lucro, basta o trabalhador baixar o aplicativo do FGTS (disponível para celulares Android e iOS), site ou Internet Banking da Caixa, além de ligar para  central de atendimento pelos números 3004-1104 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-726-0104 (demais cidades).


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem