Auxílio de R$ 550 começa a ser pago pelo INSS

Imagem: Reprodução/Google


O pagamento do auxílio inclusão no valor de meio salário mínimo já começou para quem se enquadra nas regras, ou seja, para quem é segurado do Benefício de Prestação Continuada. Dessa forma, os beneficiados já recebem desde o começo de outubro o valor de R$ 550. O auxílio inclusão é um incentivo dado pelo governo federal às pessoas que estão no mercado de trabalho. Funciona assim: tem direito ao benefício quem recebe o BPC e está empregado. 
De acordo com o auxílio inclusão, entra para esse time as pessoas com deficiência que recebem o BPC.

 

Ou quando a pessoa que já recebe o benefício tem emprego remunerado de até dois salários mínimos. Isto é, além de ser um incentivo para a permanência no mercado de trabalho, é também uma forma de o governo federal reduzir os gastos da previdência.


Como receber o pagamento do auxílio inclusão

Primeiramente, para receber o pagamento do auxílio inclusão é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), que é o primeiro passo para tentar qualquer benefício do governo federal.


Depois disso, o auxílio inclusão também depende de o CPF estar em dia e que a pessoa tenha recebido pelo menos uma parcela do BPC nos últimos cinco anos.


Outra exigência é que a renda familiar não passe de R$ 2.200. Ou seja, até dois salários mínimos por mês. É preciso também comprovar ter alguma deficiência.


Ademais, para pedir o auxílio inclusão é preciso apresentar os documentos pessoais e o requerimento do BPC, que é feito por meio do site do INSS.


Feito isso, o segurado precisar esperar a análise do pedido do auxílio inclusão. Logo que o INSS aprovar, o pagamento é feito todos os meses aos beneficiários.


Mas, lembre-se de manter sempre o CadÚnico atualizado, com todas as informações de renda da família e também os demais documentos solicitados pelo governo federal.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem