Banco Inter oferece linha de empréstimo para construção ;Veja como solicitar por meio do app.

Imagem: Reprodução/Google

O Inter lançou nesta semana, uma linha de crédito voltada para construção de casas em condomínios fechados. Este é um produto pouco disseminado no mercado. Neste caso específico, a oferta dos empréstimos pode ser direcionada aos clientes da Urba, empresa de loteamento pertencente a família Menin, proprietária do Inter.Funcionamento da linha de crédito 


A linha de credito para construção oferecida pelo Inter contará com taxas de juros de 9% ao ano e um prazo de até 360 meses para o pagamento.


Cada parcela não pode comprometer mais de 30% da renda de cada consumidor e o terreno deve estar 100% pago, pois o mesmo será cedido ao Inter como garantia de pagamento.


Inter deve criar novas linhas de crédito 

A família proprietária do banco tem a intenção de explorar mais ainda as modalidades de crédito voltadas para o setor imobiliário. Em uma possível segunda versão, a linha deve atender os clientes de loteamentos abertos.


No futuro, o Inter presente ainda lançar uma linha especial para a compra de terrenos, um pedido antigo das empresas de loteamento, porém que nunca foi amplamente oferecida pelos bancos.


Concorrência 

O Inter está cada vez mais inserido no mercado de crédito e nos últimos anos teve uma forte atuação na oferta de portabilidade de crédito imobiliário.


A instituição conseguiu atrair clientes de bancos concorrentes sem cobrar taxa de avaliação de imóvel e despesas cartorárias pela transferência da dívida.


O Inter comunicou que irá liberar limite no cartão de crédito para cerca de 1 milhão de correntistas que ainda não contavam com o serviço. A novidade que vem para marcar a estreia de um novo modelo de concessão de crédito do banco, vai disponibilizar R$3 milhões em novos limites.


O Inter explicou que serão empregadas soluções de inteligência artificial na análise de dados oriundos da interação dos clientes com a instituição através do aplicativo no novo modelo de concessão de crédito.


Serão levadas em consideração as movimentações da conta, os investimentos, as transações e demais serviços.


Neste primeiro momento, a novidade deve atingir 1,1 milhão de usuários, concedendo novos limites de no mínimo R$500 e cashback no pagamento das faturas

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem