Atenção! Bancos poderá encerrar conta de quem possuir CPF irregular ou cancelado; Entenda.

Imagem: Reprodução/Google

De acordo com a regulamentação do Banco Central (BC) de 2019, os principais bancos brasileiros devem fechar contas correntes e poupança para alguns clientes. Com o resultado, quem tiver o CPF irregular, nulo ou cancelado junto à Receita Federal perderá sua conta. Nos últimos meses, o cancelamento de contas aumentou, o que, sem dúvida, gera muitas reclamações dos usuários.
 

Bancos podem fechar conta de quem tem CPF cancelado ou irregular


No Brasil, o CPF irregular pode trazer diversas dificuldades e até limitar o acesso a alguns serviços. Por exemplo, aqueles com o documento irregular não podem pegar um passaporte, abrir uma conta ou financiar um imóvel. 


O Santander informou que fecha as contas, enquanto a Caixa informou que dá ao cliente um prazo de 90 dias para regularizar sua situação antes que o banco feche a conta. Por outro lado, o Itaú disse que atende aos padrões do Banco Central, mas avisa o cliente antes de realizar o procedimento. Bradesco e Banco do Brasil não comentaram o assunto. 


Em suma, as instituições financeiras devem notificar o cliente da rescisão do contrato, além de oferecer um prazo de até 30 dias corridos para que o cliente seja regularizado. Após o fechamento da conta, o saldo disponível deve seguir a disposição do proprietário. 


O CPF pode se tornar irregular quando o contribuinte não declarar imposto de renda pelo menos uma vez nos últimos 5 anos; ou quando seu registro estiver errado ou incompleto. Ao não votar e não regularizar a situação, o CPF também se torna irregular. Portanto, quem está com problemas no CPF não pode:


  • Abrir ou mover uma conta corrente, poupança ou digital;
  • Solicite crédito ou contrate um financiamento
  • Pegue o passaporte;
  • Participar de concursos públicos;
  • Ganhar a aposentadoria;
  • Comprar ou vender imóveis;
  • Receba um prêmio da loteria.

Assim, para evitar reclamações de clientes com o CPF cancelado ou irregular, vários bancos depõe a suspensão das contas. Até o momento, o Banco Central não disse qual será a punição para as instituições que atrasarem o processo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem