Calorias negativas, o que são? Confira os mitos e verdades sobre o emagrecimento.

Fonte: Terra

Tudo o que parece fácil e rápido chama a atenção quando o assunto é emagrecer. Por isso, o termo “calorias negativas” não ficaria de fora dessa. Mas será que existem mesmo alimentos que possuem um valor calórico negativo? Para começar, explicamos o que são as calorias negativas: são basicamente aqueles alimentos no qual o gasto calórico que o corpo faz para digeri-los é maior que a quantidade de calorias que eles contêm.


No entanto, alguns pesquisadores afirmam que não existem evidências científicas que comprovem isso. Alguns alimentos possuem sim poucas calorias por serem pobres em carboidratos e ricos em fibras e água.


Mas ainda assim eles não promovem por si só o emagrecimento. A melancia e o pepino, por exemplo, ficaram populares como alimentos que teoricamente possuem calorias negativas. Entretanto, uma dieta baseada apenas nesses alimentos não proporciona a perda de peso.


Mas antes que você perca as esperanças, existem alimentos que conseguem acelerar o metabolismo devido ao seu efeito térmico na digestão. Por isso, aliados à uma alimentação balanceada, podem sim ajudar no emagrecimento. Veja mais a seguir.


Calorias negativas e os alimentos termogênicos


O processo de digestão dos alimentos e perda de peso é muito mais complexo que seus valores calóricos.
Na verdade, uma soma de fatores, como as calorias da comida, a prática de exercícios e o organismo de cada um, por exemplo, é o que vai definir como ocorre o emagrecimento.


Mas como falamos antes, os alimentos termogênicos podem auxiliar nesse processo. Esses são aqueles que gastam muitas calorias no momento da sua digestão, como é o caso das proteínas. Os exames de calorimetria que fazem essa estimativa sobre a quantidade de calorias gastas por cada alimento para metabolizar e absorver macronutrientes.


Além disso, estudos sobre os efeitos fisiológicos dos alimentos mostram que, independente da energia gasta na digestão de uma comida, é pouco provável que ela chegue a 100% da caloria do alimento em si. Por isso, mais uma vez, as calorias negativas como milagre do emagrecimento são uma lenda urbana.


Hábitos efetivos na perda de peso


Cada pessoa apresenta particularidades quando o assunto é perda de peso. Isso porque cada organismo tem um metabolismo diferente. Como resultado disso, a quantidade de calorias gastas por dia também será maior ou menor em cada um. No entanto, em todas as pessoas esse processo de digestão, metabolização e absorção de nutrientes representa de 5% a 10% da queima de calorias diárias mínimas para manter as funções vitais do organismo em repouso (metabolismo basal).


Por isso, apostar em alimentos que aceleram o metabolismo é uma ótima alternativa. Carboidratos simples – como açúcar e amido – e gorduras, por exemplo, possuem baixo gasto calórico. Sendo assim, as melhores opções são os carboidratos complexos, nesse caso, as fibras. Isso porque sua digestão é mais demorada e o gasto calórico maior, aumentando o tempo de saciedade no organismo. Desse modo, você sentirá menos fome.


Além disso, a prática de exercícios físicos é essencial para quem precisa perder peso. Por isso, aliada à uma alimentação saudável e balanceada, se matricule na academia, pratique esportes ou encontre alguma outra maneira de manter seu corpo ativo regularmente.


Alimentos com “calorias negativas”


Os alimentos que ganharam fama por conter calorias negativas na verdade possuem algumas características específicas. Antes de listá-las, é importante lembrar que eles não gastam mais calorias na digestão do que possuem, mas cada um tem sua vantagem nas dietas de emagrecimento.


A primeira característica diz respeito à pouca quantidade de carboidratos simples em sua composição. A segunda é a alta quantidade de água e fibras em cada um. São eles:


  • pepino
  • salsão
  • rúcula
  • alface
  • repolho
  • couve-flor
  • agrião
  • melancia
  • beringela
  • limão
  • mexerica
  • ameixa
  • morango
  • beringela
  • abobrinha
  • cebola

Além disso, não vamos nos esquecer também dos alimentos termogênicos, que aceleram o metabolismo e ajudam na queima de gordura.


  • pimenta vermelha
  • chá verde
  • gengibre
  • cafeína
  • canela

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem