Auxílio Brasil quer pagar vale-creche e bônus para alunos que se destacarem na rede pública.

Imagem: Reprodução/Google

Na segunda-feira (9), o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Cidadania, João Roma, entregaram ao Congresso Nacional Medida Provisória com as diretrizes do Auxílio Brasil, uma versão atualizada do Bolsa Família. O projeto conta com seis modalidades complementares das ferramentas de inserção socioeconômica como vale-creche e bônus para bons alunos da rede pública.


Como funcionará o Auxílio Brasil?

Conforme informou o governo, o programa funcionará como uma extensão do Bolsa Família, que possuirá um reajuste na mensalidade mínima.


O presidente Jair Bolsonaro disse que teria ao menos um aumento de, no mínimo, 50% no valor médio do Bolsa Família, que atualmente possui o valor de R$189, poderia ir para R$283,50. 


Benefícios

Dentro do Auxílio Brasil existem nove modalidades de benefícios. 


As três primeiras são parte do núcleo básico do novo programa:

  • Benefício Primeira Infância: contempla famílias com crianças entre zero e 36 meses incompletos.
  • Benefício Composição Familiar: voltado a jovens de 18 a 21 anos incompletos com o intuito de incentivar esse grupo a concluir pelo menos um nível de escolarização formal.
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: se após ter recebido os benefícios anteriores a renda mensal per capita da família não superar a linha da extrema pobreza, ela possuirá direito a um apoio financeiro sem limitações em relação ao número de integrantes do núcleo familiar.


As outras seis modalidades complementam com ferramentas de inserção socioeconômica:


  • Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos que sejam membros de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil e que se destacarem nos Jogos Escolares Brasileiros.
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: voltada a estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas e que sejam beneficiários do Auxílio Brasil. 
  • Auxílio Criança Cidadã: para o responsável por família com criança de zero a 48 meses incompletos que tenha fonte de renda mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: pago por até 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: pessoas que estiverem na folha de pagamento do programa e realizarem a comprovação do vínculo de emprego formal receberão o benefício.
  • Benefício Compensatório de Transição: destinado a famílias que estavam na folha de pagamento do Bolsa Família e perderem parte do valor recebido em decorrência do enquadramento no novo programa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem