Novo Bolsa Família: Governo Federal fala sobre uma Nova reformulação a partir de outubro.

Imagem: Reprodução/Google



A reformulação do Bolsa Família permanece sem muitos detalhes oficiais, mas membros do governo federal querem que o novo programa comece a vigorar a partir de outubro. A previsão do Ministério da Cidadania era colocar as mudanças em prática já em agosto, mas aparentemente esse prazo será adiado.


Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o motivo seria o plano do governo de prorrogar o auxílio emergencial por mais dois meses. Se a informação for confirmada, os pagamentos do benefício de R$ 150 a R$ 375 são prorrogados até setembro, e somente depois disso entraria em vigor o novo Bolsa Família.


A expectativa é que o novo formato inclua parte dos beneficiários do auxílio emergencial, sem permitir que esses trabalhadores fiquem completamente sem renda após o término do programa. A informação ainda não foi confirmada oficialmente.


Mudanças no Bolsa Família

O novo programa de transferência de renda deve aumentar o valor médio das parcelas de R$ 190 para cerca de R$ 250, segundo informações do presidente Jair Bolsonaro. Além disso, há a pretensão de aumentar o número de beneficiários, que atualmente é de 14 milhões, mas ainda não se sabe quantas pessoas serão incluídas.


Vale ressaltar que o valor médio não corresponde ao benefício pago a todas as famílias, podendo ser maior ou menor de acordo com a situação de cada uma delas.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem