BNDES oferece empréstimos de até R$ 21 mil para MEI; Veja a taxa de juros ao mês e como solicitar.

Imagem:Google

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) oferece uma nova exclusividade para o Microempreendedor Individual (MEI). Foi criada uma linha de crédito específica para esse público: o microempreendedor passa a ter a possibilidade de emprestar até R$ 21 mil com taxas máximas de juros de 4% ao mês.


A linha de microcrédito foi criada para viabilizar a expansão do negócio. Também possibilita adquirir novos equipamentos, comprar matérias-primas, fortalecer o capital de giro e muito mais. Tudo isso é destinado exclusivamente ao pequeno empresário.


Quem tem direito?

Segundo o BNDES, pessoas físicas e jurídicas que são empreendedoras de pequenas atividades produtivas podem ter acesso aos recursos. Ou seja, aqueles que obtém receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil em cada ano civil.  


O apoio é feito indiretamente, através do financiamento das operadoras, que repassam os recursos diretamente ao microempreendedor.


Vale ressaltar que, segundo informações oficiais, os recursos são sempre alusos ao financiamento de capital de giro e/ou investimentos produtivos fixos. Além dos exemplos mencionados acima, também visa obras civis, compra de equipamentos novos e usados, compra de materiais e materiais.


Ainda segundo o próprio banco, "o valor do financiamento e da taxa de juros são determinados pelo operador, de acordo com os limites pré-estabelecidos. Como o BNDES não atua diretamente no apoio aos microempreendedores, os interessados devem entrar em contato com as operadoras de microcrédito de sua cidade/região, que analisarão a possibilidade de concessão de crédito e condições de financiamento."


O microcrédito está configurado na concessão de empréstimos de baixo valor a microempreendedores formais. Também pode ser direcionado ao informal, geralmente sem acesso ao sistema financeiro tradicional.


cartão de crédito

Outra ferramenta disponível pelo BNDES é um cartão de crédito exclusivo para esse público. As vantagens deste cartão são a taxa de juros de 0,86% ao mês e a parcela em 48 parcelas.


Para contratar o serviço de cartão de crédito, o microempreendedor deve ser titular de uma das agências:


  • Banco do Brasil;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Banco do Nordeste;
  • Banrisul;
  • Banestes;
  • BRDE, BRDE, 2010.
  • Sicoob;
  • O Sicredi.

A pessoa que já tem uma conta ativa em uma dessas instituições bancárias só precisa acessar o site do BNDES. Em seguida, basta clicar na opção "Solicitar seu Cartão", informar os dados necessários e aguardar o retorno da análise.
 

No caso do MEI, ele pode falar diretamente com uma operadora de Microcrédito do BNDES próxima. Também é possível consultar instituições financeiras que ofereçam suas próprias redes de agentes ou linhas de crédito.


Em todos os casos, vale ressaltar, será feita uma análise do histórico e das condições de cada candidato. Esta pesquisa é realizada pelo agente operador e verificará as possibilidades de crédito. Para isso é necessário adequar as condições estabelecidas pelo banco.


Todas as informações sobre o cartão e a linha de microcrédito estão disponíveis no www.bndes.gov.br.