PIS/Pasep ; Mais de 3 milhões de brasileiros ainda não sacou seu beneficio do Pis/Psep .Veja se você é um deles

Imagem:Google

O abono salarial PIS/Pasep do ano base 2019 ainda não foi resgatado por mais de 3 milhões de pessoas. O valor do benefício pode chegar até um salário mínimo e é um auxílio diante das dificuldades causadas pela pandemia de covid-19.


Os brasileiros que ainda não resgataram o dinheiro, sejam trabalhadores com carteira assinada (que recebem pela Caixa) ou funcionários públicos (que recebem pelo Banco do Brasil) têm até dia 30 de junho para fazer a retirada do PIS/Pasep. É necessário ter trabalhado em 2019.


O valor máximo a receber é de R$ 1.100, pago a quem trabalhou com registro ao longo de todos os 12 meses. O menor pagamento previsto é de R$ 92, para quem trabalhou por pelo menos 30 dias dentro desse período.


Como resgatar o PIS/Pasep?

PIS

O PIS é pago aos trabalhadores com carteira e pode consultado e solicitado pelo aplicativo Caixa Trabalhador ou pelo site da Caixa. Também é possível pedir atendimento gratuito pelo telefone 0800 726 0207. O dinheiro pode ser transferido para a conta da Caixa Econômica ou para a conta digital do aplicativo Caixa Tem, que tem sido usado para o auxílio emergencial.


Pasep

O Pasep, pago ao servidor público, pode ser acessado pelo site do Banco do Brasil, pelo telefone 0800 729 0722 ou na agência, via atendimento pessoal ou no caixa eletrônico. Para evitar aglomeração dentro das agências, o banco estimula a ida dos beneficiários aos caixas eletrônicos.