Cuidado:! novo golpe de e-mail falso da Caixa finge bloqueio de PIX; Veja.

Imagem: Reprodução/Google

Aviso para o novo golpe online: os criminosos estão disparando e-mails falsos que roubam os dados bancários dos destinatários. As mensagens dão a ideia de que foram encaminhadas pela própria Caixa Econômica Federal (CEF). Nos e-mails, os golpistas relatam que o banco bloqueou transferências feitas através do pix. Para resolver o "problema", as vítimas teriam que se recadastrar no sistema bancário.


Auxílio emergencial: Caixa ANTECIPA a primeira parcela' Veja

Golpes acontecem no momento em que as pessoas clicam no botão "iniciar a inscrição", que está disponível nas mesmas mensagens falsas.

É importante reforçar que a Caixa só encaminha e-mails caso os clientes tenham solicitado alguma informação ao banco. Além disso, as mensagens normalmente não exigem que os destinatários cliquem em links ou peçam dígitos de senha.


O e-mail sobre o bloqueio do PIX é falso; aprender a identificar

O e-mail sobre o bloqueio do pix pode parecer verdadeiro porque, em seu conteúdo, contém o logotipo da Caixa Econômica Federal (CEF). Além disso, o nome do banco também aparece como o remetente da mensagem.

É possível, por outro lado, identificar se o e-mail é falso ou não. Aqui estão as melhores práticas para que você não caia nesse golpe online:


  • Certifique-se de que alguém realmente fez uma transferência pix para você, com o valor mencionado no suposto e-mail do caixa;
  • O e-mail "creditunlock" não tem relação com a Caixa. Não clique em nenhuma mensagem que tenha sido enviada através desta conta;
  • Verifique se há algum português no e-mail que foi encaminhado para você, e também se o texto é muito genérico.
  • Se assim for, suspeite imediatamente e não clique em nenhum link de mensagem;
  • Nunca, sob nenhuma circunstância, responda a e-mails com seus dados pessoais. Nenhum banco geralmente envia mensagens pedindo informações confidenciais.


Em caso de dúvidas, entre em contato diretamente com a Caixa Econômica Federal através de seu site ou através dos links (4004.0104 para capitais e regiões metropolitanas, além do 0800 104 0104 para outras regiões). Denúncias de golpes podem ser feitas pelo telefone 0800 512 6677.