Banco do Brasil começa a oferecer microcrédito de até R$ 21 mil pelo aplicativo.

Imagem:Google

Pequenos empreendedores podem contratar crédito sem sair de casa durante a pandemia. Basta acessar o aplicativo do Banco do Brasil pelo celular e realizar toda a operação, que é um microcrédito produtivo voltado para o crescimento de pequenos negócios.


Com a nova modalidade, os contratos podem ser assinados pelo celular, sem o uso de papéis e assinatura física. Os valores oferecidos nos empréstimos podem variar de R$ 1.000 a R$ 21.000. Em relação ao prazo de pagamento, há a possibilidade de parcelamento entre 5 e 18 parcelas, conforme exigido pelo credor.


Empreendedores formais também podem solicitar microcrédito. Se ele for o titular da conta da instituição, a agência de relacionamento do banco analisa o pedido e calcula a capacidade de pagamento em até 5 minutos. Com a proposta aprovada, ele poderá assinar todas as cláusulas do contrato eletronicamente.


Para isso, o empreendedor deve ir na seção "Perfil" dentro do aplicativo.Em seguida, ele deve clicar em "Confirmações pendentes" e digitar a senha de seis dígitos, que formalizará a contratação do microcrédito. Antes de fechar o acordo, o banco recomenda que o licitante leia toda a documentação.


Canais eletrônicos do Banco do Brasil

O formato de crédito é visto como essencial durante o crescimento da pandemia Covid-19. Segundo a instituição, as categorias de profissionais que mais utilizam o empréstimo são: vendedores indiretos, cabeleireiros, manicures e pedicures, empreendedores da indústria estética, vendedores de alimentos, entre outros.


Destinada à ampliação da capacidade de produção e controle do fluxo de caixa, a linha de crédito pode ser utilizada para a compra de equipamentos, ferramentas, itens para reforma e insums.


Vale ressaltar que o serviço pode ser contratado por três tipos de empreendedores: proprietários de empresas incomuns com renda mensal de até R$ 30 mil, microempreendedor individual (MEI) com faturamento de até R$ 81 mil por ano, além de microempreendedor com faturamento de até R$ 360 mil por ano.