Caixa Econômica Federal confirma a liberação de microcrédito a partir de R$ 1.500; Saiba mais

Imagem:Google

Apesar da confirmação de novas rodadas de auxílio emergencial para 2021, muitas pessoas podem ficar de fora da renovação do programa, que terá 4 parcelas de R$ 250. Para suprir a ausência de benefícios para milhões de trabalhadores, o governo planeja lançar uma linha de microcrédito.


O assunto também tem sido discutido entre o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. O preço dos empréstimos deverá ficar entre R$ 1,5 mil e R$ 5 mil.


A Caixa Econômica Federal, empresa responsável pelas transferências de auxílio emergencial, será a gestora de pagamentos do novo crédito. A princípio, o objetivo é disponibilizar R$ 10 bilhões para financiar a medida. No entanto, esse montante pode chegar ao patamar de R$ 25 bilhões, caso sejam tomadas determinadas medidas em análise pela equipe econômica.


Auxílio emergencial 2021

Os cidadãos brasileiros afetados pelo Covid-19 aguardam há semanas definições sobre como será o novo auxílio emergencial, bem como as datas de transferência do benefício.

Recentemente, o Senado Federal aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza a recriação do programa para este ano.


No entanto, ainda faltam alguns passos para que o dinheiro chegue aos bolsos dos beneficiários. Após aprovação do Senado, a PEC foi encaminhada para votação na Câmara dos Deputados. Como na Casa anterior, ela também precisa ser apreciada em dois turnos.


Se o projeto for aprovado pelos congressistas sem alterações, será promulgado pelo Congresso. Em contrapartida, se houver alguma mudança no texto, ele deve voltar ao Senado para uma nova votação.