Atenção! Ministro da Economia, Paulo Guedes confirmou que o governo pretende antecipar o pagamento do 13° salário do INSS.

Imagem:Google

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que o governo pretende antecipar o pagamento do 13º salário do INSS.

No entanto, para a liberação das parcelas do dia 13 é necessário aprovar o orçamento de gastos deste ano.


Para liberar a antecipação do 13º salário do INSS é necessário que o Congresso Nacional aprove o Orçamento de 2021. A expectativa é que essa aprovação aconteça nos próximos dias. O relatório preliminar do Orçamento prevê R$ 4,291 trilhões em despesas para 2021.


A expectativa era que esta semana a Comissão Mista de Orçamento votasse os relatórios setoriais. Esses textos dão parecer sobre as emendas parlamentares. Após esse momento, o relator do projeto, senador Marcio Bittar (MDB-AC), deverá apresentar o relatório final.


A votação do PLN 28/2020 na Comissão Mista de Orçamento está prevista para os dias 23 e 24 de março. O problema é que, sem a aprovação do Orçamento Geral da União, os ministérios precisam enfrentar restrições para investir.


Guedes disse em 5 de março que, após a aprovação do Orçamento de 2021, será realizada a antecipação do 13º salário do INSS. Essa medida faz parte das ações tomadas pelo governo para enfrentar a pandemia.


No ano passado, o governo tomou a mesma decisão. Com isso, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberam as duas parcelas do 13º ainda no primeiro semestre do ano.


A ideia é ajudar os idosos e necessitados a enfrentar a crise gerada pela pandemia Covid-19. A expectativa é que o pagamento seja liberado no próximo mês, como aconteceu em 2020.


É importante lembrar que o 13º salário do INSS é pago em duas parcelas. A primeira parcela é de 50% sem qualquer tipo de desconto. Na segunda parcela, de 50%, é pago além das reduções fiscais do Imposto de Renda da Pessoa Física.


O pagamento da primeira parcela ocorre no mês de agosto. A segunda parte do 13º salário do INSS é recebida em novembro. No entanto, se ocorrer como no ano passado, o primeiro deve ser pago em abril e o segundo em maio.


A antecipação do 13º salário do INSS para aposentados e pensionistas deve dar fôlego aos comerciantes, com a injeção de R$ 50 bilhões na economia. Por essa razão, não é apenas esperado pelos segurados do instituto.v