Motoristas de aplicativos podem ser vacinados antes de outros trabalhadores. Confira

Imagem:Google

A Uber enviou um ofício ao Ministério da Saúde pedindo que seus motoristas e entregadores tenham direito à prioridade na linha de vacinação contra o Covid-19 e sejam vacinados com outros trabalhadores do setor de transporte.


Caminhoneiros, profissionais do transporte público rodoviário e metroviário devem ser vacinados na quarta etapa do plano nacional de vacinação. Esta é a última fase e também abrange as forças de segurança e resgate e agentes penitenciários e professores.


Segundo a Uber, o acesso à vacina "ajudaria motoristas e entregadores a continuar seu papel essencial, reduzindo o risco para todos". Em troca, a empresa disse que deveria doar viagens para vacinar grupos prioritários.


Outros grupos pediram prioridade na vacinação

A Uber não foi a única empresa a fazer esse pedido ao Ministério da Saúde, a Federação dos Empregados da Caixa Econômica Federal também solicitou que os funcionários do banco fossem incluídos no grupo prioritário na semana passada. Segundo a federação, devido ao retorno do pagamento emergencial, as agências estarão completas criando um ambiente propício à infecção pelo vírus.