Negativados há 5 anos voltam a ficar regular com SPC ou Serasa?

Imagem:Google

Para o cidadão que tem o nome negativo, estar livre das restrições impostas pelos órgãos de proteção ao crédito SPC e Serasa é algo muito desejado.

Ter o nome incluído nesses birôs inibe o acesso a opções financeiras básicas, como cartão de crédito, empréstimo, financiamento, etc.


No entanto, há uma crença popular de que após o período de cinco anos, contas negativas acabam prescrevendo e o CPF do devedor é excluído da lista de órgãos de proteção, longe da sombra da inadimplência. Mas isso é verdade? A resposta é sim e explicamos por que abaixo.


Nome sujo após 5 anos no SPC e Serasa

As empresas têm até 5 anos para cobrar uma dívida. Uma vez que esse tempo acabou, o credor não pode mais solicitar a negação do nome do cliente em agências de proteção ao crédito. Portanto, todas as restrições até agora estabelecidas acabam sendo removidas.


No entanto, isso não significa que a dívida deixou de existir. Ela ainda está lá. Os juros continuam a ser tributados e o banco pode continuar a cobrar o devedor para o resto de sua vida. O que realmente muda ao longo de 5 anos é ter de volta o nome limpo e, consequentemente, mais chances de obter crédito no mercado.


Mesmo que pareça ser uma boa opção, passar cinco anos negativamente pode trazer dores de cabeça. Isso porque a fase também pode envolver um período de perdas, incluindo bens móveis e imóveis. O processo é comum quando o credor ganha uma ação judicial para receber o valor devido.


Já se passaram cinco anos, mas a restrição permanece: o que fazer?

Se 5 anos se passaram desde a inclusão do nome no SPC e Serasa, mas mesmo assim o CPF do consumidor permanece na lista de restrições, é possível solicitar indenização monetária. A lei explica que o negativo pode gerar uma série de prejuízos para o consumidor.


Por essa razão, é necessário que os cidadãos monitorem constantemente a situação de seus CPFs.


Além disso, se a cobrança feita pelo credor vier a causar desconforto ao devedor, há a possibilidade de apresentar uma reclamação sobre o constrangimento de como as abordagens são feitas ininterruptamente.


Por tudo isso, o interessante é, sem dúvida, pagar a dívida. O Serasa e o SPC, assim como as empresas, oferecem regularmente contratos de quitação de dívidas, grande parte deles com descontos. O Feirão Serasa Limpa Nome, por exemplo, faz parte da lista de ações que possibilitam o pagamento de dívidas em atraso pagando menos.