Lançamento do novo Bolsa Família poderá ser antecipado com pagamento de bônus.

Imagem:Google

A reestruturação do programa social Bolsa Família pelo governo federal está cada vez mais próxima – especialmente com a demora na possível prorrogação do auxílio emergencial.

Uma das atualizações do programa refere-se às faixas de renda dos novos beneficiários.


Atualmente, é necessário ter renda mensal entre R$ 89 e R$ 178 por pessoa para ter direito aos benefícios do Bolsa. A atualização aumentaria esses valores para R$ 92 e R$ 184. Outra mudança é, na verdade, uma aquisição.


O projeto do governo Bolsonaro prevê a criação de um auxílio creche de R$ 250 e o pagamento de um bônus parcelado único de R$ 300 para estudantes com boa renda. A mesma lógica é para a assistência ao atleta.


Juntas, essas mudanças desencadeiam um aumento no valor médio das parcelas do Bolsa Família, que passaria de R$ 186,83 para R$ 200.


A medida provisória também prevê:


  • Auxílio creche de R$ 250 por mês para o pagamento de mensalidades em creches privadas, comunitárias, confessionais, filantrópicas ou filantrópicas que ofereçam educação infantil, em tempo parcial ou em tempo integral;
  • Bolsa de estudos de R$ 200, paga em parcela única, bônus escolar para os melhores alunos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, mais um prêmio anual de R$ 1.000 para alunos que se destacam em atividades esportivas;
  • Bolsa mensal de R$ 100, mais um prêmio anual de R$ 1.000 para alunos que se destacam em projetos de iniciação científica;
  • Benefício de Primeira Infância, destinado a famílias com idade entre zero e 36 meses incompletos, no valor de R$ 96 por criança;
  • Benefício Variável, destinado a famílias com gestantes ou pessoas entre 3 e 21 anos incompletas, no valor de R$ 48 por pessoa;
  • Benefício de Cidadania, destinado a todas as famílias do Programa Bolsa Família, no valor mínimo de R$ 10 por membro, cuja renda familiar mensal per capita, calculada após o acréscimo de benefícios anteriores, é igual ou inferior a R$ 92.

Vale ressaltar que todos os benefícios dependem de uma série de requisitos, como a idade, por exemplo.


Outro ponto a ser enfatizado é que não será possível acumular benefícios mensais para o mesmo aluno, por exemplo. Se ele se destacar em atividades esportivas, ele não poderá receber o auxílio da iniciação científica.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem