Com antecipação do 13º salário, 14º do INSS volta a ser discutido no parlamento; Veja

Imagem:Edital Brasil

Além do auxílio emergencial e da antecipação do 13º dos aposentados e pensionistas, outra questão veio à tona nas últimas semanas: a aprovação do projeto que institui o 14º salário do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) durante a pandemia coronavírus.


Trata-se do Projeto de Lei nº 3657/20, que tramita no Senado Federal. O texto explica que o benefício é destinado a "segurados e dependentes, estabelecendo, na prática, 14º salário em favor daqueles que recebem auxílio-doença, auxílio-acidente ou aposentadoria, pensão por morte ou benefício de reclusão".


Apesar de ter ganhado total apoio da população, o projeto, que deveria ter sido aprovado em 2020, acabou sendo arquivado, atualmente aguardando apreciação dos demais parlamentares.


14º salário do INSS

Um dos assuntos mais discutidos no final do ano passado diz respeito à implementação de um 14º salário para os segurados do INSS. Por meio do Projeto de Lei (PL) nº 3657/20, aposentados e pensionistas do município aguardavam ansiosamente a liberação do valor extra após a antecipação do 13º salário entre os meses de abril e junho.


Com a demora na tramitação e aprovação da medida, o senador Paulo Paim (PT-RS), autor e relator da proposta, pediu urgência na apreciação do projeto, especialmente após a falta de avanço demonstrado pela ala parlamentar na votação da medida.


Apesar de toda a demora na votação, a ideia ainda pode ser aprovada em 2021. Para isso, Paim já afirmou que não pretende desistir da medida, principalmente porque, segundo ele, a crise econômica causada pela pandemia deve continuar nos próximos meses.


Antecipação do 13º salário

O governo federal anunciou recentemente que vai antecipar as parcelas do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS este ano como estratégia de recuperação econômica. Como aconteceu no ano passado, o objetivo é minimizar os impactos financeiros causados pelo Covid-19.


Eis como é a previsão:


  • Primeira parcela do 13º salário prevista para fevereiro;
  • Segunda parcela do 13º salário previsto para março.

No momento, a equipe econômica do governo está trabalhando para viabilizar e formalizar a medida, na tentativa de aplicá-la a partir deste mês. Com o pagamento antecipado, muitos segurados ficarão novamente sem renda extra no final do ano, o que dará espaço para novas discussões envolvendo o 14º salário.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem