CNH Social: Governo Federal anuncia criação de mais 3 mil vagas para obter a CNH gratuita; Veja quem pode se inscrever

Imagem:Google

Foram anunciadas as inscrições para o programa CNH Social, que disponibiliza à população de baixa renda a chance de conseguir a carteira de motorista de forma gratuita, além de de permitir adicionar ou mudar de categoria quem já é habilitado.


Ao todo, serão liberadas mais de 3 mil vagas. O anúncio da novidade aconteceu nesta terça-feira, 16, pelo governo do estado de Goiás. As vagas para quem busca obter o documento incluem as modalidades estudantil, rural e urbana.


O objetivo da medida é oferecer aos selecionados a oportunidade de garantir a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), nas categorias A ou B, disponibilizar a adição das categorias A ou B para demais condutores, além de disponibilizar a mudança de B para D.


Vantagens

Selecionados para participar do programa terão como vantagens a isenção das taxas cobradas pelo Detran-Go, como a dos exames teórico e prático, Licença de Aprendizagem de Direção Veicular, bem como a inclusão no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach).


O programa CNH Social garante ainda a isenção das cobranças relacionadas aos exames médico e psicológico, junta médica (em caso de candidato com deficiência) e toxicológico, exigido para categorias profissionais.

Além disso, por meio de parcerias, são oferecidos sem qualquer custo os seguintes serviços: curso teórico, de legislação de trânsito, aulas práticas de direção e até três retestes.


Requisitos

Conforme divulgado pelo governo, existem 3 modalidades para participar do programa CNH Social Detran-GO, a saber:


Modalidade estudantil: voltada para estudantes com idade entre 18 e 25 anos, que possuem inscrição ativa no Cadastro Único (CadÚnico), e tenham cursado e concluído o ensino médio em escola da rede pública estadual. A nota média apurada pela Secretaria de Educação do Estado de Goiás será utilizada como um dos critérios de desempate.


Modalidade rural: o candidato deve residir na zona rural, saber ler e escrever, além de estar inscrito no CadÚnico.


Modalidade urbana: a categoria exige que o candidato saiba ler e escrever, tenha cadastro ativo no CadÚnico e resida na cidade.

Outra exigência que merece destaque diz que os candidatos não podem ter praticado qualquer infração de trânsito grave ou gravíssima nos últimos 12 meses que antecedem a inscrição, nem ser reincidente em casos de infração média.


Como se inscrever

Detalhes sobre o cadastro e a abertura das inscrições podem ser conferidos no site do www.detran.go.gov.br. Com mais de 6 mil CNHs disponibilizadas desde o final de 2019, o programa chega na sua terceira etapa em 2021.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem