Descubra se golpistas usam seu CPF em contas ou empréstimos desconhecidos.

Imagem:Google

Um megavazamento de dados ocorrido em janeiro segue preocupando uma parcela dos 223 milhões de brasileiros que tiveram informações pessoais vazadas.

Poucas semanas depois, cerca de 102,8 milhões de contas de celular também foram expostas, colocando em risco seus titulares.


A exposição de tanta informação pessoal tem gerado dúvidas sobre a utilização indevida desses dados, como sua utilização para abertura de contas bancárias ou contratação de empréstimos de forma ilegal. Se você é uma dessas pessoas cujos dados foram vazados, saiba que há uma maneira fácil de detectar fraudes em seu nome.


O Banco Central mantém um site chamado Registrato, onde o cidadão pode consultar as contas correntes, financiamentos, chaves Pix, operações de câmbio, transferências internacionais e empréstimos vinculados ao seu CPF.
Para ter acesso a todas essas informações, basta fazer um cadastro simples.


Como fazer a consulta?

O site Registrato é compatível tanto com computadores quanto com celulares, embora no celular o processo seja mais fácil. Acesse o site www.bcb.gov.br/cidadaniafinanceira/registrato e, em seguida, siga o passo a passo abaixo:


1 – Informe se é “pessoa física” ou “Pessoa jurídica”;




Página do Registrato (Banco Central).

2 – Valide sua identidade por meio do Internet Banking, celular, computador ou com certificado digital (no caso de pessoa jurídica);


3 – Pelo celular, clique na opção “Registrato” diretamente no aplicativo do seu banco, digite sua senha e gere um PIN;



Como acessar o Registrato pelo celular.

4 – Você será encaminhado para o site do Banco Central. Faça login com seu e-mail, crie uma nova senha e finalize o credenciamento.


Pronto, você já tem acesso a todas as informações disponíveis na plataforma a respeito de transações em seu CPF. Se detectar alguma conta ou empréstimo que não reconhece, procure imediatamente a instituição financeira em questão ou o Banco Central.