Nutricionista responde as principais dúvidas sobre alimentação saudável; Confira!

Imagem:Reprodução

Quer adotar hábitos alimentares saudáveis? Você provavelmente vai enfrentar algumas perguntas sobre o que comer ou não. 
Eficiência das dietas, consumo de gordura e carboidratos, preparo de alimentos, entre outras coisas.

Para ajudar a separar os mitos das verdades sobre alimentação saudável, a nutricionista Ellen D'arc, do Bio Mundo, respondeu a cinco perguntas muito comuns. Verificar:


Posso remover o carboidrato das refeições?


A dieta Low Carb é muito procurada por quem planeja perder peso. Consiste em redução drástica no consumo diário de carboidratos, remoção de alimentos como massas, tubérculos e açúcar e incluir mais fibras, gorduras e proteínas.


"Reduzir drasticamente a ingestão de carboidratos pode ser prejudicial à saúde, o nutriente é uma importante fonte de energia para o corpo. Esse tipo de dieta pode levar à dificuldade de concentração, fadiga, afeta o humor, o desempenho da atividade física prejudicada e a deficiência nutricional. A recomendação é uma dieta equilibrada para todos os indivíduos. Dietas restritivas devem ser feitas com monitoramento nutricional e por um determinado período estrategicamente."


Uma dica do especialista é buscar o carboidrato em fontes saudáveis com baixo índice glicêmico, como grãos integrais, legumes e frutas, evitando assim o consumo excessivo de pães e massas refinados.


Devo dizer adeus ao glúten?


Glúten é o nome dado a uma família de proteínas naturalmente presentes em grãos como trigo, centeio e cevada. É ele quem dá elasticidade em alimentos, como macarrão e pão.

Esses alimentos carregam vitaminas e fibras, que ajudam a equilibrar o conjunto de bactérias que vivem em nosso sistema digestivo.


O glúten deve ser realmente evitado para aqueles que sofrem de doença celíaca. "O corpo de um celíaco não produz uma enzima responsável pela digestão da proteína, o que desencadeia um processo inflamatório no intestino", diz Ellen.


Dietas sem glúten apenas liberem espaço para não celíacos. As pessoas associam glúten com retenção líquida, dificuldade na digestão e enxaqueca. A recomendação é procurar um profissional para melhor guiá-lo.


A gordura sempre faz mal?


Há três grupos gordos, eles estão saturados, trans e insaturados. Os dois primeiros devem ser consumidos moderadamente ou mesmo evitados devido ao aumento do colesterol ruim (LDL) entre outras implicações para a saúde, como obstruções das artérias.


Gorduras insaturadas são necessárias para o bom funcionamento do corpo. "É capaz de reduzir os níveis de triglicerídeos e a possibilidade de infarto. Eles protegem os órgãos, liberam ácidos graxos, sais biliais e produzem hormônios", disse.

A nutricionista aconselha o consumo diário de boas fontes de gordura, como castanhas, amêndoas, nozes, sementes, alguns tipos de peixe, abacate e azeite extra virgem.


Devo excluir o ovo da minha dieta?


Não! O ovo aumenta o hdl que é considerado colesterol bom, por isso o consumo de ovos não é prejudicial. Além disso, é uma fonte de proteína e contém lecitina que dificulta a absorção de colesterol ruim no intestino, importante para a saúde do coração.


"A clara tem o menor valor calórico e é uma fonte de proteína, por isso criou a cultura de comer apenas o claro e jogar a gema fora, mas a gema é rica em nutrientes, contém 40% da proteína e a maioria das vitaminas, minerais e antioxidantes", explica a nutricionista.


Além do colesterol bom, o ovo é rico em antioxidantes, proteínas, fósforo, selênio, vitamina A e B. No entanto, devido às calorias, deve ser consumido sem exageros. 


Como preparar comida?


Fugir da fritura já é um bom começo para conquistar um estilo de vida mais saudável. A nutricionista aconselha o consumo de alimentos grelhados, cozidos ou cozidos, que são opções mais nutritivas e não causam danos à saúde. "Em altas temperaturas e por um longo período o óleo se torna gordura ruim, sendo prejudicial à saúde quando consumido em excesso", disse ele.


Por outro lado, segundo a nutricionista, o processo de cozimento ajuda na absorção de alguns nutrientes pelo corpo, o que o torna uma excelente opção para preparar os alimentos.


"O passo mais importante para manter uma vida saudável é ter em mente que os alimentos devem ser equilibrados. Tente comer alimentos nutritivos, não exagere durante as refeições, combinado com o consumo de muita água durante o dia", conclui a nutricionista.