Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni disse que Famílias com crianças de até 5 anos vão ganhar BÔNUS em dinheiro do Governo.

Imagem:Google

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse que a expansão do Bolsa Família deve ser apresentada na próxima semana e que o valor pago às famílias deve ser reajustado.
O ministro disse que famílias com crianças de até 5 anos receberão um valor adicional.


A reformulação do Bolsa Família está nos últimos procedimentos e o governo pretende lançar o projeto no próximo mês.


A declaração do ministro foi feita ontem para uma entrevista concedida ao programa de José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes.


O aumento do valor será destinado às famílias em situação de vulnerabilidade social que tenham filhos de até cinco anos de idade. Segundo Onyx, a intenção é que essas crianças tenham estado nutricional, já que isso impacta diretamente no desenvolvimento.


O Bolsa Família atenderá em fevereiro 14,3 milhões de famílias. Este é o maior número já atendido pelo programa desde sua criação, em 2003.


Esse aumento no número de famílias em situação de vulnerabilidade social está diretamente ligado aos impactos gerados pela pandemia Covid-19.


O ministro não detalhou as mudanças que o Bolsa Família receberá no próximo mês, pois ainda não estão definidas e aguarda a aprovação do orçamento anual que deve ser votado pelo Congresso Nacional.


Imagem:Google


A ideia é que o Congresso aprove e permita uma ampliação dos recursos destinados ao programa de assistência social, tão importante para os brasileiros em extrema pobreza, especialmente diante da segunda onda do Covid-19.


Diante disso, o ministro da Cidadania disse que não falaria sobre as sugestões de expansão do programa, pois isso pode não acontecer ou mudar. Dessa forma, a estratégia do governo é não colocar o "carro na frente dos bois".


Onyx também falou sobre a pressão que o governo vem sofrendo pela prorrogação do auxílio emergencial e disse que o país está sofrendo com a falta de dinheiro e que neste momento é preciso aguardar o efeito das mudanças do Bolsa Família, para que para saber o que deve ser feito nos próximos meses.


"Não temos mais dinheiro, esse é o grande problema. Fomos ao limite", disse o ministro da Cidadania. Na ocasião, ele também lembrou do lançamento do programa de microcrédito digital para pessoas que recebiam ajuda emergencial.

1 Comentários

  1. É bom que se reavalie este microcredito, pessoas que recebem ajuda emergencial. Ha p essoas mais necessitadas que não foram contempladas e pessoas que não precisa e teve o beneficio. Nāo entendo como isto acontece! É pelo perfil. Sim. Como pode alguêm que tanto previsa ficar de fors ebquanto outras que podem gerir seu próprio negocio são benefic8adas. Será vivacidade no preencher o formulário? Creio que sim. Agem com desonestidade e se dão MUITO BEM. Chega de injusticas! Giverno Bolsonaro não permite isto. Vamos corrigir e beb3ficiar realmente quem precisa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem