Após 2° onda do covid-19 Governo vai liberar novo empréstimo pelo Caixa Tem de até R$ 5.000; Veja

Imagem:Google

Após o fim do auxílio emergencial, o governo federal estuda formas de estimular o crescimento econômico, abrindo uma nova linha de crédito para aqueles que se beneficiaram do programa. Assim, o benefício beneficiários dos trabalhadores autônomos e informais que receberam as parcelas do auxílio no ano passado.


O limite pode chegar a até R$ 5.000 por beneficiário do programa, esse valor pode variar levando em conta o histórico de pagamento da pessoa em scores de crédito como o Serasa e o potencial de pagamentos. Além disso, a liberação dependerá da análise de crédito da Caixa Econômica Federal.


As condições de pagamento e a taxa de juros mensal ainda não foram definidas no novo programa, mas a proposta é que a taxa cobrada seja inferior aos valores atuais praticados no mercado. Além disso, a proposta é que o empréstimo seja oferecido por meio do aplicativo Caixa Tem.


Com o fim do auxílio, estima-se que 48 milhões de trabalhadores ficaram sem renda no início de 2021, devido ao desemprego causado, principalmente neste período, pela pandemia do novo coronavírus que ainda não terminou e mata aproximadamente 1.000 pessoas em todo o país.


Empréstimo à vista fácil de até R$ 1.000

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o banco disponibilizará um empréstimo de até R$ 1.000 que será de fácil acesso e sairá barato para os beneficiários do auxílio emergencial. Esta nova linha deve ser liberada pelo aplicativo Caixa que deve agilizar a aprovação automática.


A medida que já foi analisada pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e agora permanece em discussão entre o governo federal e o Banco Central. Para financiar a nova linha de crédito, cerca de R$ 10 bilhões devem ser investidos para beneficiar cerca de 10 milhões de microempreendedores que poderiam abrir, manter ou expandir seus pequenos negócios.


A Caixa ainda está pensando em arrecadar para R$ 25 bilhões o montante de investimento destinado a esse novo tipo de empréstimo, mas esse é o novo formato que está em boa demanda.