Beneficiários do Bolsa Família de uma cidade brasileira passarão a receber R$ 450 mensais com iniciativa da Prefeitura Municipal.

Imagem:Google

O valor do benefício do Programa Bolsa Família pago aos moradores da cidade de Belém (PA) receberá um aumento.

Uma ação da Prefeitura em parceria com a Fundação Papa João XXIII (Funpapa) será responsável pelo aumento, que elevará o valor mensal para R$ 450.


O programa "Bora Belém" deve distribuir cerca de R$ 30 milhões à população em vulnerabilidade social que vive na cidade paraense. A iniciativa entrará em vigor no primeiro semestre de 2021.


Bolsa Família de R$ 450

A Prefeitura de Belém aprovou o projeto no dia 8 de janeiro, e a previsão agora é realizar uma triagem com as famílias beneficiadas pelo programa para identificar os mais vulneráveis.


Atualmente a medida aguarda autorização do prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL). O governo estadual também fará parte da iniciativa.


Após a análise do texto pelo Conselho Municipal de Assistência Social, o Município divulgará as regras e requisitos para o novo programa. O custo será feito com o orçamento do próprio município e do governo estadual, administrado pelo Fundo de Assistência Social (FMAS),


"As despesas com eventuais benefícios serão previstas, anualmente, na Lei Orçamentária Anual do Município (LOA), sendo possível redirecionar recursos para atender à política assistencial necessária para viabilizar a implementação dos benefícios previstos nesta lei, inclusive, diante de eventual urgência decorrente de algum evento com grande impacto social", explica o texto do programa.


Calendário para implementação

Um cronograma detalhado ainda não foi divulgado de quando o projeto entrará em vigor, mas já se sabe que isso deve ocorrer no primeiro semestre do ano. Os beneficiários serão identificados com base no banco de dados do Cadastro Único, de modo que o interessado deve manter seus dados atualizados.