Com o Fim do Auxilio Caixa vai liberar novo crédito no Banco digital "Caixa Tem" de R$ 100 a R$ 1.000; Veja como funciona.

Imagem:Google

Brasileiros que desejam abrir ou investir em seus negócios terão uma nova oportunidade de conseguir empréstimo facilitado pela Caixa Econômica Federal.

Recentemente, a estatal anunciou que vai liberar R$ 10 bilhões em microcrédito para apoiar os brasileiros pós auxílio emergencial.


A medida anunciada pela estatal, além de funcionar como um suporte financeiro, também faz parte da estratégia de crescimento do banco para os próximos anos. Espera-se que R$ 10 milhões de empreendedores sejam contemplados com empréstimos de até R$ 1 mil.


O plano de crescimento da Caixa também possui outras etapas, como abertura de capital na bolsa americana Nasdaq e criação do banco digital, que vai funcionar como opção para o grupo de brasileiros desbancarizados.


Microcrédito Caixa de até R$ 1 mil

A linha de microcrédito para empreendedores da Caixa ficará disponível após encerradas as tratativas do auxílio emergencial. Inicialmente, o valor máximo da medida será de R$ 1 mil e pagamento de três a cinco anos. Em relação à taxa de juros, não foram divulgados mais detalhes. O que se sabe é ela será mais acessível do que as disponíveis no mercado.


A Caixa reforçou ainda que, apesar das facilidades, o dinheiro oferecido continua sendo um empréstimo, e não um benefício voltado ao grupo de empreendedores.

“O microcrédito não é auxílio. O auxílio é transferência. O microcrédito é um crédito, para aqueles que têm condição de pagar a Caixa de volta”, declarou Pedro Guimarães, presidente da instituição.


Empréstimo Caixa para beneficiários do auxílio emergencial

Além do microcrédito de até R$ 1 mil para empreendedores, a Caixa Econômica Federal também vai disponibilizar o empréstimo para beneficiários do auxílio emergencial. Com a abertura de milhões de contas poupanças sociais digitais para repasse do benefício, a estatal conseguiu chegar a um público até então desconhecido, os chamados “invisíveis”.


No grupo estão os cidadãos brasileiros que não possuem vínculo com nenhum banco, por exemplo, ou carteira de trabalho assinada. Além disso, eles também não recebiam nenhum tipo de benefício social antes do direito ao auxílio emergencial. Estima-se que a base dos empréstimos tenha valores entre R$ 100 e R$ 200.


“O microcrédito era um projeto sobre o qual estávamos debruçados já antes da pandemia. Mas a discussão que tínhamos internamente era de que não seria economicamente possível e rentável realizar operações de empréstimo de R$ 100 ou R$ 200 utilizando nossa base de agências, nem as lotéricas”, informou Pedro Guimarães, presidente da Caixa.


Guimarães reforçou ainda a importância da conta digital para a bancarização de pessoas até então sem vínculo financeiro. Sobre o lançamento do microcrédito, a previsão é de que ele seja lançado assim que os pagamentos do auxílio emergencial chegarem ao fim, ou seja, ainda no primeiro trimestre de 2021.

(Solicitar Credito no Caixa Tem)