Santander oferece Empréstimo com garantia de imóvel; Veja as condições e saiba como contratar.

Imagem:Google

O empréstimo garantido pelo Banco Santander é uma forma de crédito em que o cliente pode solicitar um valor equivalente a uma porcentagem do título colocado sob garantia.

Isso significa que valores maiores podem ser contratados, com prazos e condições alongados facilitados. 


Chamado usecasa, o empréstimo de garantia de imóvel do Santander oferece as melhores taxas de juros em comparação com outras linhas que não usam mercadorias como garantia, de acordo com o próprio site da instituição. Dessa forma, o cliente pode contratar crédito de até 60% do valor do imóvel indicado como garantia. 


Além disso, as principais vantagens do empréstimo incluem:


  • Taxa a partir de 1% ao mês;
  • Parcelas fixas, sem correção; 
  • Prazo de até 20 anos para pagar;
  •  
  • Aceitar imóvel a partir de R$ 70 mil como garantia; 
  • Possibilidade de incluir bens próprios ou terceiros (se previamente autorizado) como garantia;
  • Crédito de R$ 30 mil a R$ 2 milhões - limitado a 60% do valor do imóvel;
  • Permissão para ficar um mês por ano sem pagar a parcela; 
  • Possibilidade de incluir IOF e despesas de taxa de avaliação no valor do crédito.

Nesse caso, as taxas são menores porque, ao oferecer um bem como garantia, o banco entende que a dívida será paga pelo requerente. No entanto, se o cliente não cumprir os pagamentos acordados, a instituição financeira pode abrir um pedido para o imóvel depois de um tempo. 


Como solicitar o empréstimo?

O pedido de empréstimo pode ser feito através do site ou aplicativo do Santander. Para isso, o consumidor deve simular o valor desejado, informando também os dados sobre o imóvel que servirão como garantia.
A simulação de crédito sai a tempo. 


Em caso de aprovação, o cliente precisará cadastrar mais informações na proposta e enviar os documentos solicitados. Além disso, será necessário agendar um levantamento de avaliação do imóvel que será utilizado como garantia.


Após essa etapa, o candidato deve ir pessoalmente à agência para assinar o contrato, registrá-lo em cartório e atualizar o cadastro. O crédito é liberado após a confirmação do procedimento. 


Quais documentos são necessários?

Para ser aprovado nesta modalidade, o cliente precisará enviar alguns documentos, são eles: documentos de identificação pessoal, formulário de proposta de crédito, certidão de estado civil, comprovante de renda, declaração de saúde pessoal, cópia autenticada da recente transferência da Procuradoria (se aplicável), cópia do RG e CPF (incluindo cônjuge ou covivente). 


Se o cliente for estrangeiro, é necessário apresentar o Registro Nacional de Estrangeiros (RNE) ou passaporte com visto definitivo. 


Além disso, os documentos do bem utilizado como garantia devem ser anexados. Eles são: 


IPTU do ano corrente ou anterior; 

Certificado de registro do imóvel; 

Cópia da convenção do condomínio; 

Certidão negativa de impostos imobiliários.


Vale ressaltar que, durante o período estabelecido no contrato, o imóvel está em nome da instituição financeira, mas o proprietário pode usá-lo normalmente, inclusive vendendo-o. Nesse caso, o cliente precisará primeiro pagar a dívida com o Santander.