Governo autoriza beneficiário do Bolsa Família a realizar Empréstimos. Saiba como funciona e quem pode solicitar

Imagem: Google

O Governo Federal, por meio do programa Progresso, oferece uma linha de crédito fácil para quem é beneficiário do Bolsa Família.

A iniciativa funciona como uma espécie de microcrédito que visa auxiliar na expansão da renda ou no desenvolvimento de um pequeno negócio.


O empréstimo bolsa família também busca promover melhorias nas condições de moradia e educação das famílias atendidas pelo programa social. Para participar, os interessados devem atender, ao mesmo tempo, algumas condições importantes. Verificar:


As famílias devem ter renda mensal inferior a R$ 170 per capita;

Crianças e jovens do grupo familiar, com idade entre 6 e 17 anos, devem estar matriculados nas escolas;

Famílias participam das ações promovidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para a saúde da mulher.


Como funciona o empréstimo do Bolsa Família?

Se o cidadão se enquadrar nessas condições, a opção de empréstimo estará disponível. Durante o contrato, o beneficiário precisa atender a outros requisitos, como apresentar um fiador, permitir a visita de um fiscal do programa na residência, ter sua própria renda com validação adequada em carteira assinada, além de comprovante de renda.


Sobre as taxas de juros, são definidos levando em conta alguns critérios, que envolvem a situação do rendimento do requerente, o valor emprestado e a quantidade de parcelas das quais se pretende dividir o valor solicitado.
Embora a média dos contratos seja de R$ 4.000, o limite oferecido pode chegar a R$ 15 mil.


Como solicitar

Para contratar o empréstimo do Bolsa Família, o primeiro passo é que o beneficiário verifique se tem direito à linha de crédito. A consulta pode ser feita em uma agência da Caixa Econômica Federal. Se a disponibilidade for confirmada, os beneficiários devem:


Agende a visita de um agente da Caixa Econômica Federal em sua residência, estando presente o fiador;

Após a visita, é necessário aguardar até 8 dias para a análise de crédito feita pela Caixa;

Se o dinheiro for aprovado, basta aguardar a liberação do valor necessário. O pagamento é feito através da Caixa Econômica Federal;

Com o depósito, o dinheiro pode ser sacado a qualquer momento.


Apesar de todas as facilidades e vantagens, é importante ressaltar que o uso do crédito deve ser feito com cautela e planejamento para evitar o endividamento e a consequente piora na situação econômica da família.