Banco Inter adquire 60% da plataforma Meu Acerto. Veja

Imagem: Google

O Banco Inter (BIDI11) informou nesta sexta-feira, 18, que comprou uma participação de 60% na Minha Acerto, empresa de negociação de dívidas, em uma transação cujo valor não foi divulgado. Os sócios fundadores ficarão com os outros 40% e continuarão liderando a empresa adquirida.


My Hit é uma plataforma de modelo de winback que inclui faturamento, reativação e retenção de bases de clientes. Criada em 2017, a empresa possui em sua carteira de clientes empresas do setor financeiro e de telecomunicações.


O Banco Inter disse que o objetivo do negócio é acelerar a evolução na área de winback. "Meu Acerto é a primeira e única plataforma Winback do mercado brasileiro. Seus processos digitais, com foco na experiência final do cliente, proporcionam desempenho superior aos fornecedores que atuam separadamente em cada um dos pilares", disse a instituição.


A conclusão do acordo depende agora da aprovação do Banco Central.


Sinergias

O banco agora planeja desenvolver sinergias entre os serviços oferecidos por ele e as operações do My Hit. Desde 2017, os dois são parceiros.


"O objetivo é acelerar o desenvolvimento de habilidades de reativação de base de clientes, bem como atividades mais eficientes, modernas e integradas de captação e recuperação de crédito com o perfil tecnológico e inovador do Inter", afirma João Vitor Menin, CEO do Banco Inter.


"Sabemos de perto o potencial das ferramentas desenvolvidas pela empresa. Entendemos que ambos os lados ganham com essa operação, pois o Inter pode contribuir para o desenvolvimento da tecnologia, contribuindo com capital financeiro e governança, permitindo que a empresa se desenvolva mais rapidamente", acrescentou Menin.


Outras aquisições da Inter

Antes da aquisição do Meu Acerto, a última compra da Inter havia sido uma participação de 45% na empresa de aquisição Granito, anteriormente controlada pelo banco BMG.


Com a conclusão deste negócio, o BMG e os executivos da Granito ficarão com 45% e 10% da empresa, respectivamente. O Inter fará um aporte primário de R$ 90 milhões à empresa pela sua participação.