INSS; Pagamento da 2ª parcela do 13º salário deve sair até sexta-feira, 18.

Imagem: Google

Os trabalhadores com carteira assinada esperam pagar a 2ª parcela do 13º salário. O primeiro já teve o pagamento liberado, enquanto o segundo deve sair até sexta-feira, 18.

De acordo com a legislação vigente, o 13º salário pode ser pago em duas parcelas, um saber:


1ª parcela: paga até 30 de novembro;


2ª parcela: paga até 20 de dezembro, porém, se os dados caíam em um fim de semana ou feriado, o pagamento deve ser antecipado no primeiro dia útil anterior.


É importante ressaltar que o valor pago na segunda parcela é menor do que o creditado ao pagamento da primeira. Isso porque os encargos trabalhistas como o INSS e o Imposto de Renda (IR) estão incluídos na nova rodada.


No entanto, devido à pandemia, que reduziu ou suspendeu os contratos de trabalho, alguns trabalhadores poderão receber um valor menor em 2020.


2ª Parcela do 13º Salário

Perguntas frequentes sobre o pagamento do 13º salário

Aqui estão algumas questões recorrentes relacionadas ao pagamento do abono anual e como os recursos serão pagos aos trabalhadores em 2020:


1. Como calcular o valor da 2ª parcela do 13º salário?


O pagamento da segunda parcela nada mais é do que a diferença em relação à primeira, mas com os seguintes descontos: INSS, Imposto de Renda (IR) e pensão alimentícia (se houver).


2. Como são feitos os descontos no 13º salário?


Em relação à Previdência Social, o trabalhador simplesmente consulta a tabela de acordo com o percentual estabelecido pelo INSS. Em relação ao imposto de renda, o aplicativo leva em conta a renda do trabalhador. Aqueles que recebem até R$ 1.903,98 estão isentos de imposto de renda retido na parte.


3. E os trabalhadores que tiveram o contrato suspenso?


Nesses casos, de acordo com a orientação da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, os períodos de suspensão não devem ser contados para o cálculo do 13º salário. Portanto, o valor pago será proporcional ao período trabalhado.


4. E como é que quem teve uma redução na jornada e, consequentemente, no salário?


De acordo com a orientação da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, no caso dos trabalhadores que tiveram jornada de trabalho e salário reduzido, o cálculo do 13º salário deve ser baseado na remuneração integral.


5. E se a empresa atrasar o pagamento?


Caso o empregador não cumpra o prazo determinado pela legislação trabalhista, deverá pagar multa de R$ 170,25 por empregado. Além disso, em caso de reincidência, o valor cobrado é dobrado.