BNDES lança Cartão de crédito e garante limite maior para MEI; Confira como solicitar.

Imagem: Google

Durante o crescimento da empresa, o Microempreendedor Individual (MEI) pode ter dificuldades na obtenção de financiamento. Para atender esse grupo de pessoas, o cartão de crédito do BNDES fornece um grande limite para financiar o negócio.

Saiba como solicitar o serviço.


O cartão de crédito disponibilizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social tem um limite de crédito de até R$ 2 milhões por banco emissor. O parcelamento pode ser de até 48 parcelas mensais, fixas e iguais.


Além do MEI, o cartão BNDES está disponível para micro, pequenas e médias empresas (MPME); clubes, sindicatos e associações.


O cartão BNDES está disponível para pessoas que têm faturamento anual de acordo com a categoria. Além disso, a documentação da empresa precisa ser regularizada e com residência fixa no país.



Com a aprovação o profissional pode ter o financiamento de novos itens e fabricação nacional, credenciado no Portal do Cartão BNDES. Entre as possibilidades, há máquinas e equipamentos, materiais de produção, materiais para produção, entre outros.


Solicitação de cartão de crédito do BNDES para MEI

Para solicitar o cartão DO BNDES, a pessoa deve acessar o site do banco e escolher a opção "Solicite seu Cartão BNDES". Com isso, você deve preencher as informações solicitadas, além de escolher o emissor e a bandeira do cartão disponível.


A instituição financeira escolhida será responsável pela análise e aprovação do crédito. Como forma de facilitar no momento da aprovação, o BNDES sugere que a pessoa escolha a empresa que já tem um relacionamento.


Com a aprovação, a pessoa deve comprovar pessoalmente os dados à instituição financeira emissora — através da documentação necessária.


Se o banco não aprovar o cartão BNDES, ainda será possível escolher outro banco emissor. Como cada banco tem regras diferentes, a aprovação ainda pode ocorrer.



Esses bancos podem cobrar a Taxa de Abertura de Crédito (TAC) na emissão do cartão. No entanto, o valor não pode exceder 2% do limite de crédito concedido.


Vale ressaltar que nem todas as instituições coletam. O cliente também deve verificar as taxas de juros, que são definidas mensalmente, atualizadas no Portal de Operações do Cartão BNDES.