Caixa Tem vai ganhar DUAS novas funções para aumentar crédito dos clientes.

Imagem: Google

Os usuários do Caixa Tem poderão em breve contar com novidades no aplicativo. Atualmente só é possível sacar, transferir, fazer compras e efetuar pagamentos.
Saiba o que vem a seguir no aplicativo da Caixa.


Com as novas funções, os correntistas poderão contratar produtos como microcrédito, microseguro e títulos de capitalização. Para formar uma base de usuários fiéis, o governo planeja pagar todos os benefícios sociais através do Caixa Tem.


As novas funções e pagamentos de benefícios sociais acontecerão gradualmente entre o final de 2020 e o final do próximo ano.


O objetivo é atrair milhões de clientes para a Caixa Tem e para o banco para lucrar com a venda de produtos, já que atualmente os serviços oferecidos são gratuitos.


A monetização e fidelização de clientes é necessária, pois a Caixa estuda fazer uma oferta pública de ações da Caixa Tem.


O Seguro de Apoio à Família foi a primeira novidade colocada no aplicativo no mês de outubro. Este seguro pode ser contratado para pagamentos funerários.


O valor do seguro é de R$ 30 por ano e inclui morte por qualquer natureza, inclusive coronavírus.


Em casos de morte acidental, o seguro possui uma cesta básica em um período de três meses e outros R$ 2.000 para atender o cônjuge ou o filho mais novo. Os usuários que contratam também participam de sorteios mensais de R$ 20 mil.


A Caixa também planeja oferecer seguro saúde e imóvel nos próximos meses no aplicativo.

Os produtos serão destinados a trabalhadores de baixa renda sem conta bancária ou que não tenham acesso a esses produtos em outras instituições e seguradoras. Para atrair o público, os preços serão mais baixos.


Em março de 2021, uma linha de crédito voltada para MEIs (Microempreendedores Individuais) e a intenção é oferecer pelo menos R$ 10 bilhões a cerca de 10 milhões de empreendedores. O valor pode ser maior se você agir sob demanda. A linha também pode ser contratada nas agências físicas.


Todos os benefícios no mesmo lugar

Em uma estratégia para formar uma base de clientes fiel, o governo quer pagar todos os benefícios através do Caixa Tem.


Para isso, foi editada uma medida provisória em julho para permitir que o Executivo abra e pague via conta poupança social digital benefícios sociais: abono salarial, seguro-desemprego, Bolsa Família e também previdência social: pensões e pensões.


As economias sociais digitais são gratuitas e gratuitas para taxas de manutenção. Eles foram projetados para pagar apenas auxílio emergencial e fgts emergencial, no qual eu emitei a pandemia coronavírus.


Mas o governo viu uma oportunidade de bancar pessoas de baixa renda e fortalecer seu banco digital, por isso decidiu mantê-los em definição.



O Bolsa Família será o primeiro benefício que será pago pela Caixa Tem, segundo a Reuters. O cartão cidadão vencerá em maio do próximo ano e os pagamentos serão feitos através do aplicativo.


As famílias que não têm acesso ao aplicativo podem continuar saindo das agências. A conta é gratuita.

A Caixa Tem tem atualmente cerca de 100 milhões de contas abertas obrigatoriamente.


Caixa quer divulgar na Bolsa

A Caixa Tem já é considerada pelo governo e pela própria Caixa como um banco digital. A intenção da instituição é formalizá-la por meio de uma subsidiária e, em seguida, fazer a abertura de capital desse banco, oferecendo ações na Bolsa de Valores.


O público-alvo do banco digital continuará sendo exatamente o mesmo: pessoas de baixa renda que recebem algum benefício social do governo.


A principal fonte de receita do banco virá dos novos serviços que a Caixa implementará, e todos voltados para pessoas de baixa renda. Abertura de conta e unidade seguirá gratuitamente.