Cancelamento do auxílio emergencial no SEU Bolsa Família pode ser contestado até esse mês.

Imagem: Google

Os beneficiários do programa Bolsa Família que tiveram seu benefício cancelado e acabaram sem auxílio emergencial, devem ficar atentos, pois o prazo para a realização do desafio vai até 30 de novembro.


Inicialmente, o prazo para a realização deste desafio começou no domingo (22) e continuaria até 2 de dezembro.


Mas, o Ministério da Cidadania prorrogou esse prazo de impugnação para os beneficiários que não são do Bolsa Família. 


Como contestar?

Os beneficiários que desejam concorrer não precisam ir a nenhuma agência da Caixa, lotérica ou posto de atendimento do Cadastro Único. Para isso é necessário:


  • Faça login Clique no botão "Rastrear sua solicitação";
  • Depois de confirmar seus dados, o motivo da recusa aparecerá na página;
  • Haverá uma opção para a contestação;
  • Faça o pedido e aguarde a resposta.
  • Não é determinado um prazo para que a defesa responda ao beneficiário.


Se o governo conceder seu pedido, o benefício será pago novamente no próximo mês.


O que não permite a contestação?

  • Idade menor que 18 anos, exceto no caso de mães adolescentes;
  • Óbito do beneficiário identificado pelo SIRC ou Sisobi;
  • Existência de emprego formal;
  • Recebimento de seguro-desemprego ou seguro fechado;
  • Ser um trabalhador intermitente;
  • Renda familiar mensal superior a meio salário mínimo por pessoa e três salários mínimos no total;
  • Recebimento de benefícios previdenciários ou previdenciários; 
  • Ser servidor público identificado pelo SIAPE;
  • Ser preso identificado em regime fechado;
  • Ser preso sem regime de cumprimento de pena identificado nas bases do governo federal;
  • Para ser um funcionário público militar;
  • Ser servidor público estadual, municipal ou distrital identificado pela auditoria da CGU ( CGU);
  • Recebimento do BEm - Programa emergencial de Manutenção do Emprego e renda;
  • Fazer parte de uma família que já recebe duas cotas da prorrogação do auxílio emergencial;
  • Apontando órgãos de controle;
  • Denúncia de recebimento indevido do benefício recebido pelo Ministério.